Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/2799
Título: Da dependência e vulnerabilidade à sustentabilidade e autonomia do terceiro setor: o caso do Concelho de Santa Marta de Penaguião
Autor: Amaral, Nuno
Orientador: Cristóvão, Artur
Palavras-chave: Terceiro setor
Sustentabilidade
Dimensão gerencial e dimensão sistémica
Data: 17-Out-2013
Resumo: O setor da sociedade civil em Portugal abraça organizações prestadoras de serviços que suplementam ou complementam os serviços públicos em diversas áreas da sociedade. Contraditoriamente, para um setor que emerge com tão elevadas esperanças a respeito das suas qualidades e do seu potencial de intervenção, o terceiro setor parece não estar preparado para assumir, de forma autónoma e sustentável, essa função, apresentando uma fraca capacidade de continuidade e sustentabilidade, o que origina a fraqueza de todo o setor. Desta forma, este estudo procurou caraterizar e analisar as ações de gestão de cinco organizações do terceiro setor que intervêm na área da ação social no concelho de Santa Marta de Penaguião, no âmbito da sustentabilidade. Em função do objetivo proposto para a investigação, optámos pela análise qualitativa, a fim de alcançar uma melhor compreensão dos processos envolvidos no objeto a ser investigado. O estudo envolveu dados descritivos sobre organizações, pessoas, lugares e as formas de interação entre o pesquisador com o objeto em análise. Procurou compreender os fenómenos de acordo com a vivência e visão dos atores, com o propósito último de analisar e explicar os resultados encontrados. O desenvolvimento organizacional e institucional das organizações do terceiro setor tornou-se uma questão presente e urgente, sendo essencial o desenvolvimento de duas dimensões: a dimensão gerencial e a dimensão sistémica. Os resultados do presente estudo alertam para o facto de que, embora sejam organizações relevantes na sua área de atuação, apresentam lacunas na sua gestão. As organizações estudadas não desenvolvem atividades económicas a título principal, terão de descobrir fontes alternativas de rendimento que lhes permitam conduzir as suas próprias ações, seja através de iniciativas comerciais ou económicas, seja através de financiamento externo por outras entidades, públicas ou privadas. Em suma, as organizações analisadas não direcionam formas de gestão que permitem a consolidação institucional baseada na sustentabilidade e autonomia enquanto atores chave na promoção de um desenvolvimento local sustentável e autónomo.
The Portuguese civil society includes organizations that provide services in order to supplement or complement public services in several sections of the society. By other hand, the third sector seems to be unprepared to assume those functions in an autonomous and sustainable way, although the emerging high expectation regarding their qualities and it interventional potential. The weak capacity of sustainability and continuity of this sector is in the origin of the weakness of the whole sector. This study sought to define and analyse the management of five third sector organizations that intervene in the area of social service in the municipality of Santa Marta of Penaguião, concerning the sustainability ambit. According to the proposed goal, we have opted for a qualitative analysis in order to reach a better understanding of the processes involved in the investigated object. This study involved descriptive data about organizations, people, places and the interaction between the researchers and the object in analysis. Similarly, the points of view of the involved subjects, as well as their personal experiences, were taken into account to explain the founded results of the study. The organisational development of the institutions belonging to the third sector became an immediate and urgent matter, being essential the improvement of two principal dimensions: the managerial and the systemic. The results of this study alert for the fact that, despite these organizations are of extreme relevance in their field of action, they present managerial gaps. In fact, the studied organizations do not develop economic activities in an autonomous way, meaning that alternative sources of income will be needed in an immediate future, which will allow them to drive their own actions. For instance, commercial or economic initiatives, external financing from other public or private entities should be considered. In summary, the organizations analysed in this study do not succeed in the management practices that allow them to be considered sustainable institutions, despite their key role in promoting a sustainable and independent local development.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Serviço Social: Território e Desenvolvimento
URI: http://hdl.handle.net/10348/2799
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:OLD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
msc_nfnamaral.pdf923,57 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.