Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/2822
Title: Utilização de uma metodologia estocástico-dinâmica para simular a resposta de coleoptera cavernícolas a gradientes ambientais e de perturbação antropogênica
Authors: Cajaiba, Reinaldo Lucas
Advisor: Santos, Mário Gabriel S. dos
Cabral, João Alexandre
Keywords: Cavernas
Amazónia
Coleoptera
Impacto ambiental
Indicadores ecológicos
Issue Date: 27-Nov-2013
Abstract: Estudos em sistemas cavernícolas são essenciais para o conhecimento e a adequada caracterização das comunidades que albergam no contexto dos ecossistemas em que esses ambientes se inserem e, por conseguinte, para sua conservação. Só desta forma é possível reconhecer a importância que as cavernas representam como reservatórios de biodiversidade para os ecossistemas regionais. Este primeiro capítulo visou estudar e caracterizar as principais famílias da ordem Coleoptera em cavernas inseridas em ecossistemas florestais na Amazônia. O principal objetivo passou por avaliar o potencial do seu uso como indicadores da perturbação antropogênica que tem vindo gradualmente a afetar estes ecossistemas. Foram estudadas sete cavernas, que para efeitos didáticos e melhor entendimento, foram classificadas em CAV1 (caverna um) a CAV7 (caverna sete). As amostragens foram realizadas no período de agosto/2010 a junho/2011, sendo utilizadas armadilhas tipo pitfall sem atrativos para coleta. Foram coletados 3.034 indivíduos distribuídos por sete famílias. A família que apresentou a maior quantidade de indivíduos foi a Histeridae, seguida por Staphylinidae, Scarabaeidae, Ptiliidae, Carabidae, Scolytidae e Hydrophilidae. Os resultados mostram que o índice de Shannon-Wiener aponta para maior diversidade de famílias em cavernas que apresentam maior grau de preservação, enquanto que cavernas mais alteradas por ações antrópicas o índice de dominância é maior. Verificamos ainda que a distribuição de algumas famílias, de acordo com fatores abióticos aferidos no ambiente cavernícola e em seu entorno, apresentaram valores estatisticamente significativos e de sentido positivo com a presença de água no exterior no caso das famílias Staphylinidae, Histeridae e Carabidae; com a presença de água no interior no caso da família Scarabaeidae; com a presença de lixo no exterior e interior no caso das famílias Ptiliidae e Scarabaeidae. Porém, a presença de lixo no exterior interferiu negativamente na distribuição da família dos Histeridae. Houve correlação significativa negativa com a distância em que os organismos foram capturados em relação à entrada da caverna para as famílias Ptiliidae, Scarabaeidae, Scolytidae e Staphylinidae. A família dos Ptiliidae correlacionou-se positivamente com a prevalência de altas umidades.
Studies in cave systems are essential for the understanding and proper characterization of the communities that live in the ecosystems where these habitats (caves) are inserted, and, thus, for their preservation. Only in this way it is possible to recognize the importance of caves as reservoirs of biodiversity for regional ecosystems. The first chapter was aimed to study and characterize the main families of the Coleoptera order living in caves within forest ecosystems in the Amazon. The main objective was to evaluate their potential use as indicators of the anthropogenic disturbance that has gradually affected the referred ecosystems. Seven caves were studied, which for didactic purposes and better understanding were classified into CAV1 (cave one) to CAV7 (cave seven). Samplings were performed in August/2010 – June/2011, with pitfall traps without bait used for collection. 3.034 individuals distributed in seven families were collected. The family with the greatest number of individuals was the Histeridae, followed by Staphylinidae, Scarabaeidae, Ptiliidae, Carabidae, Scolytidae and Hydrophilidae. The results showed that the Shannon-Wiener index points to an increased diversity of families in caves with a higher degree of preservation, while in caves that have been more altered by human activity the dominance index is higher. We also observed that the distribution of some families, according to abiotic factors measured in the cave environment and its surroundings, showed a statistically significant positive relationship with the presence of water outside for the Staphylinidae, Histeridae and Carabidae families; with the presence of water inside in the case of the Scarabaeidae family; with the presence of garbage outside in the case of the Ptiliidae and Scarabaeidae families. However, the presence of garbage outside had a negative interference in the distribution of the Histeridae family. There was a negative significant correlation with the distance from the place where the organisms were captured to the cave entrance for the Ptiliidae, Scarabaeidae, Scolytidae and Staphylinidae families. The Ptiliidae family correlated positively with high prevalence of humidity.
Description: Dissertação de Mestrado em Engenharia do Ambiente.
URI: http://hdl.handle.net/10348/2822
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:OLD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_rlcajaiba.pdf1,96 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.