Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/3274
Title: A relação da aptidão física com o sucesso escolar: em alunos do 12º ano do curso de Ciências e Tecnologias da Escola Secundária Emídio Garcia em Bragança
Authors: Salgueiro, Francisco António Costa
Advisor: Aranha, Ágata Cristina Marques
Pereira, Ana de Fátima da Costa
Keywords: Aptidão física
Atividade física
Sucesso escolar
Performance académica
Issue Date: 28-Aug-2014
Abstract: Os níveis moderados/elevados de aptidão física representam uma mais-valia na qualidade de vida de crianças e jovens. Para além dos benefícios atribuídos à prática regular de exercício físico, com reflexos evidentes ao nível da aptidão física, esta poderá abranger outras vertentes do desenvolvimento humano, pelo conjunto de aquisições sociais relevantes que se constituem como património cultural na sua vertente de construção individual, coletiva, de relacionamento e integração na sociedade, na qual o Sucesso Escolar assume, também uma importância relevante. Tendo em conta a falta de estudos centrados na aptidão física e da influência que esta tem no sucesso escolar, pretendemos saber se estas variáveis estão relacionadas, num estudo realizado em alunos do 12º ano da Escola Secundária Emídio Garcia de Bragança. Numa amostra de 27 sujeitos (19 do sexo feminino e 8 do sexo masculino), com idades compreendidas entre os 16 e os 17 anos (16,63±0,49), procedemos à recolha dos níveis de aptidão física e posterior comparação e análise com os níveis de Sucesso Escolar. Desta forma, foram recolhidos os níveis de aptidão física através da aplicação de uma bateria de testes Americana (Fitnessgram®) e posteriormente organizados 3 grupos em função das notas escolares, sendo eles compostos da seguinte forma: G1 - alunos com média entre 10 e 13,4 valores; G2 - alunos com média entre 13,5 e 17,4 valores; G3 - alunos com média entre 17,5 e 20 valores. Para a análise dos dados recorremos a métodos estatísticos descritivos, nomeadamente análise factorial, médias e desvio padrão e, para análises comparativas, utilizamos o teste t Student. Encontraram-se diferenças significativas entre sexos nas variáveis altura ((F)1,64±0,04; (M)1,76±0,06) e peso ((F) 56±7,13; (M)65,88±8,98). No que diz respeito às características da aptidão física dos sujeitos verificou-se, que existem diferenças estatisticamente significativas entre o G1 e G3. Para a variável resistência o G1 executou menos percursos (59,14±6,75) que G3 (63,22±5,85); na variável força o G1 realizou menos repetições (14,29±14,35) que o G3 (16,22±5,43). Os resultados obtidos no presente estudo, levam-nos a concluir que uma boa Aptidão Física apresenta uma relação positiva com o sucesso escolar, na medida em que alunos que têm melhor aptidão física, apresentam melhor classificação a nível escolar.
The moderate/high physical skills’ levels represent a very important factor in the children and teenagers life quality. In addition to the benefits of the practice of the physical exercise which presents evident results to the physical skills’ level, it can reach other aspects of the human development, by the set of relevant social achievements which stand for the cultural patrimony, in what concerns the construction of individual and collective relationships and integration into society, where the academic success takes also an important role. Given the lack of studies focused in the physical skills and in the influence that it has on the school success, we aim to know if this variables are related, in a study conducted on students of the 12th grade of the Emídio Garcia’s Secondary School in Braganza. In a sample of 27 subjects (19 females and 8 males) aged between 16 and 17 years old (16,63±0,49) we proceed to collect the physical skills levels and afterwards to compare and analyze them with the school success levels. Thus, the physical skills levels were collected through the application of an American battery of tests (Fitnessgram®) and afterwards 3 groups were organized depending on school grades, which were structured in the following way: G1 – students with an average between 10 and 13,4 out of 20; G2 – students with an average between 13,5 and 17,4 out of 20; G3 – students with an average between 17,5 and 20 out of 20. For the analysis of the data we resort to descriptive statistical methods, namely, factorial methods, averages and standard deviation and, for comparative analysis, we used the student T test. There were found significant differences between genders in the variables hight ((F)1,64±0,04; (M)1,76±0,06) and weight ((F) 56±7,13; (M)65,88±8,98). In what concerns the subjects’ physical skills’ characteristics it was verified that there are statistically significant differences between G1 and G3. For the variable resistence G1 executed less pathways (59,14±6,75) than G3 (63,22±5,85); in the variable strength G1 did less repetitions (14,29±14,35) than G3 (16,22±5,43). The results obtained in the current study lead us to conclude that good physical skills influence positively the school success as the students who have the best physical skills are the one who have the best school grades.
Description: Dissertação de Mestrado em Ensino de Educação Física, nos Ensinos Básico e Secundário
URI: http://hdl.handle.net/10348/3274
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:OLD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_facsalgueiro.pdf1,25 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.