Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/3285
Title: Desenvolvimento das habilidades percetivo-cognitivas no andebol feminino de elite: estudo realizado com as seleções nacionais de Portugal
Authors: Leitão, Ana Paula Biscaia
Advisor: Alves, José
Coelho, Eduarda
Keywords: Andebol feminino
Atenção
Perceção
Tomada de decisão
Issue Date: 10-Sep-2014
Abstract: O presente estudo pretende contribuir para a compreensão da evolução de algumas capacidades percetivas e cognitivas, envolvidas no processamento de informação e tomada de decisão na expertise desportiva, em jogadoras de andebol de elite. Pretende ainda perceber de que forma essas capacidades discriminam as jogadoras, assim como quais os mecanismos que promovem uma superior expertise. Estas pretensões ocorrem na intenção de propor conceitos de treino percetivo-cognitivos que possam contribuir para a melhoria do processamento da informação e da tomada de decisão em jogadoras de andebol. No primeiro estudo procurou-se perceber a evolução das habilidades percetivo-cognitivas, nomeadamente a perceção, atenção, concentração, antecipação e tomada de decisão, em cinco seleções nacionais de Andebol feminino (“Talentos”, 11-13 anos; “Juniores C”, 13-14 anos; “Juniores B”, 15-16 anos; “Juniores A”, 17-18 anos e “Seniores”> 18 anos). Foi utilizada uma bateria de testes específicos e não específicos para a atividade desportiva constituída pelos testes seguintes: Teste de Figuras Idênticas de Thurstone, Teste de Atenção de Toulouse-Piéron, Teste de Estilo Atencional e Interpessoal e um Protocolo para avaliação da antecipação. Os principais resultados sugerem que existe uma evolução progressiva nas habilidades percetivas e cognitivas em função da acumulação da experiência e prática desportiva, verificando-se a maior diferença a partir dos 18 anos de idade. Também as variáveis que mais diferenciam os grupos em estudo são a perceção, a atenção e a precisão na antecipação. No segundo estudo procurou-se perceber, através de uma abordagem multidimensional, como se desenvolvem o processamento da informação e a tomada de decisão, no mesmo grupo de jogadoras e qual a sua contribuição relativa. Foram utilizadas medidas básicas de tempo de reação, sob a forma de três testes psicomotores (polireaciómetro para Windows – PRWin) desenvolvido por Sobreiro e Alves (2005), para avaliar o processamento da informação. Utilizou-se também uma medida resultante de uma situação de perceção-ação, utilizando o paradigma da oclusão temporal, e uma aplicação de avaliação para a precisão na antecipação, desenvolvido por Biscaia e Santos (2011), no qual eram solicitadas às participantes respostas adequadas a uma dada tarefa. Os resultados sugerem que o tempo de reação vai diminuindo nas idades estudadas, sendo as jogadoras dos escalões mais velhos as que respondem mais rapidamente aos estímulos. Contudo, em todos os escalões, o aumento da complexidade da tarefa leva ao aumento do tempo de reação com uma diminuição da exatidão. Também a antecipação vai melhorando ao longo da idade, com o aumento da experiência, conseguindo as jogadoras mais velhas prever eventos futuros com maior precisão. Também, em situações de grande complexidade da tarefa, onde a pressão temporal é constante, a exatidão e a capacidade de antecipação são afetadas, sendo as jogadoras mais velhas as que apresentam as melhores performances. A experiência desportiva parece ser, igualmente, importante no processamento da informação, em particular na rápida reação aos estímulos, e na consequente tomada de decisão. Efetivamente são as jogadoras mais velhas que, através de um processamento de informação mais eficaz, conseguem antecipar futuras situações de jogo com uma maior precisão. No terceiro estudo pretendeu-se identificar quais as habilidades percetivas e cognitivas que melhor discriminam jogadoras de andebol de elite, de acordo com o escalão etário a que pertencem. A amostra utilizada foi a mesma dos dois anteriores estudos. Aplicaram-se os seguintes testes: Teste de Figuras Idênticas de Thurstone, Teste de Atenção de Toulouse-Piéron, Teste de Estilo Atencional e Interpessoal para avaliar capacidades percetivas, polireaciómetro para Windows - PRWin (Sobreiro e Alves, 2005) para avaliar o processamento de informação, e uma aplicação informática para avaliação da precisão na antecipação (Biscaia e Santos, 2011), utilizando o paradigma da oclusão temporal. A interpretação das funções discriminantes obtidas foi baseada na estrutura dos coeficientes superiores a |0.30|. As principais conclusões sugerem que o escalão etário de “Seniores” é discriminado, relativamente ao de “Talentos”, através de melhores tempos de reação, melhor perceção e melhor atenção, nomeadamente na capacidade de integrarem, simultaneamente, vários estímulos e na capacidade de melhor anteciparem eventos futuros de forma mais acertada. Este modelo discriminante em conjunto com os resultados dos outros dois estudos, podem ajudar os treinadores na escolha dos seus critérios de recrutamento de jogadores assim como na melhoria dos programas de treino psicológicos, específicos ou inseridos no treino global.
Description: Tese de Doutoramento em Ciências do Desporto
URI: http://hdl.handle.net/10348/3285
Document Type: Doctoral Thesis
Appears in Collections:OLD - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
phd_apbleitão.pdf1,03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.