Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/366
Título: Hábitos de Televisão e Obesidade Infantil no Interior do Sul do Paraná, Brasil
Autor: Dziubate, Joraci
Orientador: Carvalhal, Maria Isabel Mourão
Palavras-chave: IMC
Obesidade
televisão
Data: 2009
Resumo: Este estudo teve como objectivo, caracterizar os hábitos de televisão de crianças brasileiras em idade escolar compreendidas entre os 10 e os 13 anos. A amostra de conveniência, compreendeu 134 crianças que freqüentavam o 2º ciclo 5º e 6º ano, matriculadas em 4 escolas da Rede Publica do ensino Fundamental no Brasil (Sul do Paraná). Para obtenção dos dados relativos aos hábitos de televisão, foi utilizado um questionário composto por 15 questões fechadas. Este questionário foi baseado noutros estudos já realizados relativamente aos dados pessoais, Hábitos de TV, adaptado à amostra participante (Ribeiro, 2006). Para comparar o género feminino e masculino no IMC e na incidência de obesidade foi utilizado o t teste e o teste X2 respectivamente. Através destes testes estatísticos verificou-se não existirem diferenças significativas entre o genero e o IMC assim como, tendo em consideração a incidência de obesidade, o tempo que passam a ver televisão. Observou-se no entanto, que as crianças do sexo feminino apresentam incidências superiores às do sexo masculino.
This study it had as objectiv, to characterize the habits of television of Brazilian children in pertaining to school age understood between the 10 and 13 years. The sample of convenience, understood 134 children who frequented 2º cycle 5º and 6º year, registered in 4 schools of the Net Publishes of Basic education in Brazil (South of the Paraná). For attainment of the relative data to the television habits, a composed question-naire for 15 closed questions was used. This questionnaire was based on other studies already carried through relatively to the personal datas, Habits of TV, adapted to the participant sample (Ribeiro, 2006). To compare género feminine and masculine in the IMC and the incidence of obesidade the t was used has tested and the X2 test respectively. Through these statistical tests it was verified not to exist significant differences between the sort and the IMC as well as, having in consideration the obesidade incidence, the time that start to see television. It was observed however, that the children of the feminine sex present superior incidences to the ones of the masculine sex.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Educação Fisica e Desporto
URI: http://hdl.handle.net/10348/366
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:OLD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
msc_jdziubate.pdf1,07 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.