Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/4237
Title: Caracterização da pressão plantar em amputados transtibiais e transfemurais
Authors: Pinto, Vítor Manuel Nunes
Advisor: Filipe, Vitor Manuel de Jesus
Keywords: Amputados
Membros inferiores
Avaliação
Marcha
Pressão plantar
Issue Date: 28-Jan-2015
Abstract: No âmbito da unidade curricular de estágio, integrada no Mestrado em Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade Humanas da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, foi efetuado, no Centro de Reabilitação Profissional de Gaia (CRPG), um estágio curricular, cuja continuidade do trabalho deu a possibilidade de desenvolver esta dissertação. São vários os fatores que podem influenciar os padrões normais do caminhar. A amputação de um membro inferior revela-se um acontecimento fulcral na alteração do padrão da marcha e como consequência afeta significativamente o seu modo de vida. As forças reativas ao apoio (FRA) e a distribuição da pressão plantar indicam a magnitude e a duração da carga aplicada sobre o sistema músculo-esquelético quando o pé está em contacto com o solo. A análise destes dados pode revelar-se importante tanto na prevenção de novas lesões associadas à amputação como na promoção de um estilo de vida mais saudável e mais eficaz às necessidades de cada amputado. O objetivo principal deste estudo é caracterizar a distribuição de pressão plantar durante o apoio em pessoas amputadas de um dos membros inferiores (amputação unilateral). Em termos gerais pretende-se compreender o comportamento da distribuição da pressão plantar, assim como as forças reativas do apoio em indivíduos amputados, fazendo uma comparação entre o membro amputado e o membro remanescente. Na metodologia foi usada uma amostra de três amputados do sexo masculino, para os quais foram recolhidos dados da pressão plantar em ambos os membros através da plataforma RS scan®. Da análise dos resultados deste estudo encontraram-se diferenças estatisticamente significativas entre o membro amputado e o membro remanescente na superfície de contacto e impulso nas três zonas do pé: retropé, mediopé e antepé. Na caracterização das FRA não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas no que diz respeito aos picos de força vertical. Ainda assim, ao caracterizar o tempo até ocorrer estes mesmos picos de força vertical, verificou-se que só durante a fase final de suporte houve diferenças estatisticamente significativas. O estudo realizado vem confirmar os resultados de outros investigadores, pondo em evidência diferenças entre o comportamento do membro amputado e do membro remanescente nalguns parâmetros biomecânicos calculados a partir dos dados da pressão plantar. Estes trabalhos contribuem para um melhor entendimento dos mecanismos da locomoção em amputados podendo desempenhar um papel de extrema relevância para o fabrico de próteses, sempre com o intuito de melhorar as condições de vida de indivíduos que sofreram amputações de um membro inferior.
In the ambit of the curricular unit of internship, integrated in the Master Degree of Human Acessibility and Rehabilitation Engineering from the University of Trás-os-Montes e Alto Douro, was accomplished, a curricular internship in the Centro de Reabilitação Profissional de Gaia (CRPG), which continuity of work made this dissertation possible. There are various factors that can influence the normal pattern of pace. The amputation of an inferior member reveals itself as a major disturbance of the pace pattern and, hence, affects all the way of living. The reactive forces to the support (FRA) and the distribution of the pressure plant indicate the magnitude and duration of the pressure applied on the muscle-skeleton when the foot is on the ground. The analysis of this data can reveal itself of great significance on the prevention of new injuries related to amputation as in the promotion of an healthier lifestyle and effectiveness to the needs of an amputee . The main objective of this study is to characterize the pressure plant distribution during the support on an inferior member by amputees (unilateral amputation). In wide terms, the pretension is to perceive the behaviour of the pressure plant distribution, as reactive forces of the support on amputees, thus, making a comparison between the amputated member and the remaining member. For the methodology, a sample of three male amputees was used. For which, data of the pressure plant on both members was collected through the platform RS scan®. By the analysis of the results of this study, significant statistical diferences were detected between the amputated member and the remaining member on the contact surface and the impulse made by the three zones of the foot: rearfoot, midfoot and forefoot. In the FRA characterization, no significant statistical differences were found regarding the peaks of vertical pressure. Nevertheless, when characterizing the time to the occurence of this peaks, only during the final phase of the support there were significant statistical differences. The study confirms the results of other investigators, highlighting the differences between the behaviour of amputated member and the remaining member in some biomechanical parameters calculated through pressure plant data. This studies contribute to a better understanding of locomotion mechanisms on amputees, that can have an extremely important role on the prosthetics manufacturing, always with the intention of improving life conditions of individuals that suffered an inferior member amputation.
Description: Dissertação de Mestrado em Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade Humanas
URI: http://hdl.handle.net/10348/4237
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_vmnpinto.pdf1,47 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.