Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/4255
Título: Handebol e gênero: as relações de poder na dinâmica dos treinos aos jogos no Estado do Pará
Autor: Reis, Ivan Gonçalves
Orientador: Duarte, Maria Marize
Saavedra, Francisco José
Palavras-chave: Andebol
Género
Treino
Jogos
Relações de poder
Data: 12-Fev-2015
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo estudar as relações das práticas do esporte Handebol e Gênero na perspectiva das Relações de Poder. A pesquisa fundamenta-se na dinâmica dos treinos aos jogos e procura compreendê-la na definição dos sentidos, significados e lugares onde circulam. Diante desta prática busca-se refletir como os atores sociais assimilam a circularidade do poder e seus mecanismos, na fase dos treinamentos e nos jogos de competições. Para consolidar os conhecimentos, utiliza-se da pesquisa qualitativa – quantitativa, referendada pelas análises metodológicas do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC), para entender e compreender como na prática estas relações de poder entre atletas, técnicos/comissão técnica nos clubes são traçadas e compreendidas sob a ótica das relações de gênero. Para tanto, definiu-se uma amostra significativa de 76 atletas num universo de 550 cadastrados na Federação de Handebol do Estado do Pará (FHEP), sendo deste total, 42 masculinos e 34 \ femininos, que correspondem a 20% da somatória de cada sexo das 08 equipes selecionadas de um total de 15 clubes que disputaram os campeonatos no período 2007/2010 contendo os dois gêneros. A dinâmica metodológica compreende a associação dos métodos - qualitativo e quantitativo - e as técnicas de entrevistas que construíram a Análise do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) que apontam como resultados os elos sociais – teias, onde os ensinamentos, os treinamentos e as competições são produzidos como alicerce de verdades, que vão sendo transmitidos aos atores sociais de forma absoluta, sem considerar suas reais condições psicossociais de assimilação de informações, muitas vezes surpreendentes, para os praticantes da modalidade. O estudo conclui, sob ótica foucaultiana, que a disciplina pode gerar um poder funcional autossustentável e simbólico, por seus próprios mecanismos, cuja ordem como os castigos disciplinares que se apresenta é de natureza mista logo é uma ordem “artificial”, colocada de maneira explícita por uma lei, um programa, um regulamento, pelas regras e, no handebol conforme o estudo, os “castigos disciplinares” acontecem de forma clara nas atitudes repressoras dos técnicos para com seus atletas.
It deals with a study on Handball and Gender Relations in the perspective of this mode of power in the State of Pará Based on the dynamic training games to try to understand them in defining their senses, meanings and places where they circulate. This study provides reflections of social actors assimilate the circularity of power and its mechanisms in practice this sport at the stage of training and games competitions. The objective is to understand through qualitative research - quantitative analysis methodology endorsed by the Collective Subject Discourse (CSD), Power Relations between athletes, coaches / technical committee in the clubs competing Handball sport in Pará State, under the perspective of gender relations, based on the coexistence of the technical committee / technical / athletes practicing and games. The sample consisted of 76 athletes from a universe of 550 registered in the Handball Federation of Pará (FHEP), 42 males, 34 females, who account for 20% of the sum of each sex of 08 (eight teams selected a total of fifteen (15) clubs that competed in the championships in the period 2007/2010 which contains the two genres. The collection of data from the selected sample found through the methodological procedures specified by the DSC. The methodology involves the dynamic association of qualitative and quantitative methods. Interviewing techniques that built the analysis of the Collective Subject Discourse (CSD) as the results indicate that social bonds- webs where the teaching, training and competitions are produced and used as foundations of truths, which are transmitted social actors absolutely, without regard to their real social and psychological conditions of assimilation of information, often surprising, for practitioners. The study concludes, the Foucauldian perspective, that discipline can generate a self-sustaining power functional, symbolic, for its own devices, that the order as disciplinary punishments are presented mixed nature is just an “artificial” order, placed by a law, a program, regulation, rules, and in handball, the "disciplinary punishments" clearly occur in the repressive attitudes of the technicians to their athletes.
Descrição: Tese de Doutoramento em Ciências do Desporto
URI: http://hdl.handle.net/10348/4255
Tipo de Documento: Tese de Doutoramento
Aparece nas colecções:TD - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
phd_igreis.pdf3,33 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.