Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/4528
Title: Elaboração e avaliação do fator ambiental análise de riscos em estudos de impacte ambiental de projetos industriais do setor da transformação e da energia
Authors: Capela, Sara Raquel Crespo
Advisor: Marques, Margarida Maria Correia
Teixeira, Ana Cristina Russo
Keywords: Ambiente
Risco industrial
Indústria elétrica
Impacto ambiental
Eletricidade de origem térmica
Issue Date: 23-Apr-2015
Abstract: Durante a construção, exploração e desativação de uma indústria podem ocorrer acidentes graves com consequências profundas ao nível do ambiente, da população e do património local, surgindo assim a necessidade de realizar uma avaliação do risco potencial das indústrias. Assim, considera-se que a Avaliação dos Riscos Ambientais em indústrias em fase de Estudo de Impacte Ambiental (EIA) é um passo necessário e relevante para a tomada de decisão dos intervenientes no processo. Atualmente ainda existem lacunas de conhecimento que dificultam a realização destas avaliações em fase de EIA, como a falta de consenso sobre os métodos a aplicar, a dificuldade na definição dos cenários de acidente ou ainda a ausência de critérios de aceitação e tolerância ao risco. Desta forma, considera-se pertinente a criação de uma metodologia de Avaliação de Riscos aplicável a indústrias em processo de Avaliação de Impacte Ambiental (AIA), que sirva de suporte à equipa que realiza o estudo e à Comissão de Avaliação (CA), tendo por base a informação recolhida em EIA de indústrias realizados a nível nacional, os métodos de avaliação de risco existentes, que constituam normas técnicas com carácter legal ou que sejam apenas de carácter informativo, a nível internacional. O presente estudo pretende assim, apresentar uma metodologia que abrange os setores da indústria transformadora e de produção de eletricidade de origem térmica. O primeiro passo da metodologia de Avaliação de Riscos definida neste trabalho para as fases de construção e exploração de um projeto industrial passa pela Caraterização Ambiental da zona de intervenção e envolvente próxima. O segundo passo consiste na Caracterização do Projeto, que inclui a descrição do projeto, a identificação e quantificação das substâncias perigosas, a identificação das fontes de risco internas e externas e das medidas de contenção e prevenção de acidentes graves. Na fase de exploração deve ainda considerar-se a análise estatística do registo histórico de acidentes. O terceiro passo da metodologia proposta diz respeito apenas à fase de exploração, e consiste na Avaliação Preliminar de Riscos (definição dos cenários de acidente aplicando as técnicas adequadas e classificação do risco desses cenários com base na relação entre a probabilidade e severidade determinadas para o risco). Por fim, em ambas as fases do estudo deve ser aplicada a Avaliação Quantitativa dos Riscos Ambientais, que consiste na avaliação das consequências dos cenários de acidente grave para a população, ecossistemas e património que possam ocorrer durante a construção e exploração do projeto industrial (libertação de substâncias tóxicas, inflamáveis e/ou explosivas), utilizando softwares adequados à situação em análise, com a descrição dos pressupostos assumidos e a justificação das opções tomadas ao longo do estudo. O processo de Avaliação de Riscos da fase de desativação deve assentar essencialmente na monitorização e acompanhamento dos solos e massas de água existentes no perímetro fabril e envolvente próxima, de modo a despistar indícios de contaminação das substâncias perigosas existentes na instalação durante o seu funcionamento.
During construction, exploitation and deactivation of an industry it may occur accidents with serious damage on the environment, population and local properties. In this way, it is very important the assessment of the potential risk in industries, in the Environmental Impact Study (EIS), as a relevant step for the decision making process. At present, there are still knowledge gaps that bring difficulties for the risk assessment in EIS, as the non consensus about Risk Analysis methods applied, the difficulty of definition of accident scenarios or the lack of criteria on tolerability and acceptance of risks. In this way, it is relevant the elaboration of a methodology of Risk Assessment applicable to industries in Environmental Impact Assessment (EIA) process, as a support to the working team and the Scientific Commission that assess it, considering all the gathered information in EIS of national industries and the existing risk assessment methods (legal or informative international technical standards). So, the aim of this study is the presentation of a methodology for risk assessment that covers the manufacturing and thermal energy sectors of industry. The first step of the Risk Assessment Methodology defined in this work for the construction and exploitation phases is the Environmental Characterization of the layout area and vicinity. The second step consists in the Project Characterization, which includes de Project description, the hazard substances identification and quantification, the internal and external risk sources identification and the accident preventing measures identification. In the exploiting phase it must be also considered the statistic analysis of accidents databases. The third step of the proposed methodology refers to exploitation phase only, and consists into Preliminary Risks Analysis (accident scenarios definition applying the adequate techniques and risk classification regarding the relation between the risks probability and severity). For last, must be applied the Quantitative Risk Analysis, that consists in the evaluation of the effects on population, ecosystems and properties from accidental releases of hazardous substances (toxic, inflammable and explosive substances) occurred during the construction or exploitation of the industrial project, applying adequate software, with the assumptions and all the options token during the study justified. The risk assessment procedure for deactivation phase consists in the monitoring and assessment of local soil and water, as a form to verify the contamination level of the hazardous substances used and stored in the factory during the working period.
Description: Dissertação de Mestrado em Engenharia do Ambiente
URI: http://hdl.handle.net/10348/4528
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_srccapela.pdf2,08 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.