Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/4789
Title: Desenvolvimento turístico sustentável em pequenas cidades históricas: o caso de Lamego
Authors: Vieira, Isabel Cristina Pereira
Advisor: Rodrigues, Ana Paula
Teixeira, Mário Sérgio
Keywords: Turismo sustentável
Gestão
Lamego (Distrito de Viseu, Portugal)
Desenvolvimento sustentável
Património histórico
Issue Date: 2014
Abstract: A partir dos anos 80 do século XX o património alcançou, enquanto produto turístico, um lugar de destaque. A procura turística aumentou de modo muito significativo e muitos locais, detentores de recursos patrimoniais, desejaram afirmar-se enquanto destinos histórico-patrimoniais. Como seria expectável, as cidades históricas tornaram-se o palco privilegiado das ações de requalificação para fins turísticos, por um lado, devido à concentração de bens patrimoniais que conservavam, por outro lado, pelo facto de muitas cidades se terem visto sem soluções de desenvolvimento. Em todo este processo, diversos monumentos e cidades históricas sofreram impactos negativos (culturais, económicos e sociais), fruto de um crescimento não planeado que trouxe, entre outros fatores, a degradação dos recursos e colocou em causa a própria viabilidade do destino patrimonial. É, neste enquadramento (principalmente depois das diretrizes emanadas na cimeira da terra), que vimos surgir uma nova filosofia de gestão baseada no desenvolvimento turístico sustentável (DTS), tendo como ponto de partida o envolvimento de todas as partes interessadas. Através da revisão da literatura, tivemos oportunidade de verificar que existem diversos estudos acerca do DTS, em geral, mas são escassos os que se referem a este conceito na sua aplicação ao património, principalmente no caso Português. O estudo que aqui se apresenta pretende compreender as perceções e atitudes dos diversos stakeholders face ao DTS em pequenas cidades históricas. O estudo foi aplicado a uma cidade histórica do norte de Portugal (Lamego) que integra a delimitação do Douro Património da Humanidade. Foi realizada uma investigação a cinco grupos de stakeholders, através de diversas abordagens metodológicas: abordagem quantitativa (inquirição por questionário a visitantes e residentes; análise uni, bi e multivariada) e abordagem qualitativa (entrevistas estruturadas a gestores do património, entidades públicas locais e operadores turísticos; análise de conteúdo). Através da análise dos dados recolhidos podemos concluir que os elementos que menos contribuem para o DTS nesta cidade, passam pela falta de informação acerca das características dos visitantes; a escassez de diálogo e colaboração entre as diversas partes interessadas, principalmente no que diz respeito ao envolvimento da comunidade local. Como forma de dar resposta a debilidades apresentadas, propomos: a operacionalização dos princípios da sustentabilidade nos programas de DTS da cidade, principalmente no que diz respeito ao estabelecimento de plataformas de comunicação entre os diversos grupos de stakeholders; a inclusão da comunidade local em todos os processos; uma maior atenção relativamente às necessidades dos visitantes; e a implementação de modelos de gestão integradores e proactivos para o património Lamecense. Os resultados deste estudo, bem como as propostas e sugestões elaboradas, poderão ser úteis para os responsáveis pela política local, para os investidores privados e para as instituições responsáveis pela preservação e valorização do património, na medida em que chamam a atenção para os constrangimentos existentes, apontando diversos caminhos que poderão, eventualmente, contribuir para a implementação de um desenvolvimento sustentável deste destino turístico-patrimonial.
From the 80s of XX century heritage reached, while tourism product, a prominent place. The tourism demand has increased very significantly and, many locations, holders of heritage resources, wished to assert itself as a historical heritage destinations. As expected, the historic cities have become the privileged stage of rehabilitation actions for tourism on the one hand, due to the concentration of assets that retained, on the other hand, the fact that many cities are seeing no development solutions. Throughout this process many monuments and historic towns suffered negative impacts (cultural, economic and social) product of unplanned growth that brought, among other factors, resource degradation, and put into question the very viability of the tourist destination. It is in this framework (especially after the guidelines issued by the Earth Summit), a new management philosophy based on sustainable tourism development (STD), having as starting point the involvement of all stakeholders saw arise. Through literature review, we were able to verify that there are many studies about STDs in general, but there are few that refer to this concept in its application to heritage, especially in the Portuguese case. The study presented here aims to understand the perceptions and attitudes of the various stakeholders over the DTS in small historic towns. The study was applied to a historic city in northern Portugal (Lamego) that integrates the delimitation of the World Heritage Douro. An investigation with five stakeholders was conducted through a variety of methodological approaches: quantitative approach (survey by questionnaire to visitors and residents; univariate, bivariate and multivariate analysis) and qualitative approaches (structured interviews with managers of heritage, local authorities and tour operators; content analysis). Through the analysis of the data collected was possible to infer that the main factors that influence negatively the STD in this town are: the lack of knowledge of the demand characteristics; lack of a collaborative management among peers, and the weak involvement of residents in the development process. Thus, it is suggested as major strategies: the operationalization of the principles of sustainability programs in the city of Lamego, especially with regard to the establishment of platforms for communication between the various stakeholders groups; the inclusion of the local community in all processes; greater attention to the needs of the visitors, and the implementation of proactive management models designed to the particular case of Lamego. The results of this study, as well as proposals presented may be useful to those responsible for local policy, private investors and institutions responsible for the preservation and enhancement of the heritage as they draw attention to the existing constraints, pointing out various ways that may eventually contribute to the implementation of a sustainable development of this tourist-heritage destination.
Description: Tese de Doutoramento em Gestão
URI: http://hdl.handle.net/10348/4789
Document Type: Doctoral Thesis
Appears in Collections:TD - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
phd_icpvieira.pdf2,33 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.