Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/4820
Título: Paleoclima e comportamento humano no Holoceno: um estudo comparativo entre Brasil e a Península Ibérica
Autor: Campos, Luana Cristina da Silva
Orientador: Teixeira, Rui José dos Santos
Rodrigues, Ana Isabel Peres Correia
Boëda, Eric
Palavras-chave: Pré-história
Paleoclima
Ocupação humana
Holoceno
Dados isotópicos
Data: 2015
Resumo: Há muito que a relação entre o Homem e seu habitat é estudada pelos investigadores. Nesta pesquisa pretendeu-se identificar registros das oscilações climáticas durante o Holoceno e a influência destas no desenvolvimento das relações socioeconómicas e culturais na pré-história. Os dados analisados são provenientes de três sítios arqueológicos situados em áreas geográficas distintas: os sítios Toca do Baixão do Perna I e Toca da Ema do Sítio do Brás I, localizados no Parque Nacional Serra da Capivara (PNSC), Piauí, Brasil e o sítio Los Postes, localizado no Monumento Natural Cuevas de Fuentes de León (MNCFL), Estremadura, Espanha. Foi aplicada uma abordagem do tipo multiproxy às amostras recolhidas em cada um dos sítios (sedimentos, solos e espeleotemas), incluindo análises petrográficas e granulométricas em lâmina delgada, análises por EDS/SEM, DRX de amostra total e da fração argilosa de agregados orientados, espectrofotometria de UV/VIS, absorção atómica e determinação de razões isotópicas e datações utilizando diferentes métodos. Para as três regiões foi ainda feita uma análise SIG. A observação da estratigrafia das sondagens realizadas perto dos sítios arqueológicos do Brasil, em conjunto com os resultados obtidos das diferentes análises aplicadas aos sedimentos recolhidos levou à identificação de variações climáticas ocorridas durante o período de transição Pleistoceno-Holoceno. Os resultados das análises isotópicas δ13C feitas à matéria orgânica presente nos solos, juntamente com a granulometria e a análise das lâminas delgadas levaram à caracterização de um clima muito seco durante o Holoceno médio, com períodos curtos de chuvas torrenciais. As alterações climáticas referidas são coincidentes com as várias fases de ocupação humana observadas na região, se verificando, assim, uma ocupação durante os períodos mais úmidos, a que se terá seguido um possível abandono da região pelos grupos humanos durante os períodos mais secos e uma posterior reocupação no período em que se terá verificado um novo aumento da umidade. Nestes períodos verifica-se também uma coincidência com alterações no tipo de representações observadas na arte rupestre nestes sítios brasileiros. No sítio Los Postes, em Espanha, foram analisados não só sedimentos recolhidos na caverna como alguns espelotemas. As análises isotópicas de δ18O e δ13C nos espeleotemas mostraram a ocorrência de dois momentos secos e quentes e um momento mais úmido e frio durante o Holoceno médio e tardio. Estas variações climáticas foram também confirmadas pela análise petrográfica de lâminas delgadas em que foram identificadas variações nas texturas dos espeleotemas correspondentes às variações de umidade identificadas nas análises isotópicas. Os dados da cultura material do local levam a atribuir à caverna de Los Postes uma ocupação contínua independente do tipo de regime climático. No entanto, o período caracterizado como quente e seco terá sido coincidente com o momento de neolitização do território nesta região, enquanto o período mais húmido, que se seguiu ao final da fase quente e seca, será coincidente com um aumento da deposição de corpos na caverna, o que deverá corresponder a um aumento da densidade demográfica característico do processo de sedentarização. Em ambas as regiões foram aplicados critérios baseados em informações geomorfológicas e climáticas para a configuração de um modelo de análise espacial em SIG, que permitiu identificar as áreas com maior e menor susceptibilidade de alterações da paisagem induzidas pelas alterações climáticas. Os resultados obtidos permitiram identificar, em zonas próximas aos sítios arqueológicos de ambos os hemisférios, registros de eventos globais tal como Younger Dryas, o evento 8.2 ka BP, o Máximo Termal do Holoceno, o evento 4.2 ka BP e o ciclo de Bond, assim como efeitos das chamadas forçantes internas (ENSO, Transgressão Flandriana e ZCIT).
The relationship between Man and his habitat is being studied by several researchers for a long time. In this study we intended to identify records of climate variations during the Holocene and their influence on the development of cultural and socio-economic relations in prehistory. The data analysed were selected from three archaeological sites located in different geographical areas: the sites of Toca da Ema do Sítio do Brás I and Toca do Baixão do Perna I, located in the National Park of Serra de Capivara (PNSC), Piauí, Brazil and the site of Los Postes, located in the Natural Monument Cuevas de Fuentes de León (MNCFL), Extremadura, Spain. A multiproxy approach was applied to the samples collected in each of these regions (sediments, soils and speleothems), including petrographic and granulometric analysis in thin section, analysis by EDS/SEM, XRD of bulk samples and clay fraction of oriented aggregates, spectrophotometry of UV/VIS, atomic absorption, determination of isotopic ratios and dating using different methods (e.g. 14C and 234U/230Th). For the three regions, SIG analysis were also performed. The observation of the stratigraphy of the surveys carried out near the archaelogical sites in Brazil, together with the results obtained from different analysis applied to the collected sediments, led to the identification of climate variations that occurred during the transition Pleistocene-Holocene. The results of isotopic analysis of the organic matter presents in the soils together with the granulometry results and the analysis of the thin sections led to the characterization of a very dry climate during the middle Holocene, with short periods of heavy rainfalls. The mentioned climate changes are coincident with the various stages of human occupation observed in the region, with an occupation during the more humid periods, which was followed by the abandonment of the region by the human groups during the drier periods and a further reoccupation in the period in which an increase in humidity was once again observed. In these periods it was also verified a coincidence with the changes in the type of representations observed in the rock art observed in the sites. In the site of Los Postes in Spain, the analyses were performed not only on the sediments collected from the cave but also on some speleothems. The isotopic analyses of δ18O and δ13C in the speleothems showed the occurrence of two dry and warm moments and a more humid and cold moment during the mid and late Holocene. These climatic variations were also confirmed by the thin sections analysis where changes in the crystallographic texture were identified corresponding to the variations of the humidity identified by the isotopic analysis. The data of the material culture of the location leads to the assign of a continuous occupation of the Los Postes cave, independent of the type of climate regime. However, the moment characterized as warm and dry would have been coincident with the moment of neolithization of the territory in this region, while the more humid period, which followed the end of the warm and dry phase, would have been coincident with an increase in deposition of bodies in the cave, which should correspond to an increase in the demographic density typical of the sedentarization process. A GIS model of spacial analysis was applied to both regions using geomorfological and climatic criteria, which allowed the identification of areas with more and less susceptibility to alterations in landscape induced by climate changes. The obtained results led to the identification, in the neighbourhood areas of the studied archaeological sites of both hemispheres, of records of global events, such as the Younger Dryas, the 8.2 ka BP event, the Thermal Maximum Holocene, the 4.2 ka BP event, and the Bond cycle, as well as effects of the so-called internal forcing mechanisms (ENSO, Flandrian Transgression and Intertropical Convergence Zone).
Descrição: Tese de Doutoramento em Quaternário, Materiais e Cultura
URI: http://hdl.handle.net/10348/4820
Tipo de Documento: Tese de Doutoramento
Aparece nas colecções:TD - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
phd_lcscampos.pdf21,49 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.