Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/5225
Título: Imagem corporal, autoestima, necessidades psicológicas básicas de escolares praticantes e não praticantes de dança
Autor: Monteiro, Lilian Alves Costa
Orientador: Novaes, Jefferson da Silva
Fernandes, Helder Miguel
Palavras-chave: Dança
Imagem corporal
Autoestima
Psicologia
Data: 2015
Resumo: Esta tese analisou os níveis de satisfação da imagem corporal (IC), autoestima, necessidades psicológicas básicas de escolares praticantes e não praticantes de dança da cidade de Macapá-AP-Brasil. A amostra foi composta por 283 escolares com idade entre 09 a 15 anos (M=11,51; DP=1,60), IMC (M=18,72; DP=3,32). Para tal, foi dividida em três estudos, a saber: O Estudo (1) teve como objetivo fazer uma revisão sistemática de literatura para buscar maiores esclarecimentos acerca das evidências científicas disponíveis sobre dança e IC. Os resultados mostraram que bailarinos clássicos, de ambos os sexos, profissionais ou não apresentam níveis de insatisfação e distorção da sua IC. Diferentes tipos de dança podem ser eficazes para aumentar a satisfação da IC das suas praticantes. O IMC foi considerado uma variável significativa da predição na distorção da IC. No ballet e em outras danças houve a prevalência de insatisfação com a IC para os homens pela magreza, enquanto as mulheres estavam insatisfeitas pelo excesso de peso. O Estudo (2) teve o objetivo analisar o efeito da idade, renda familiar, índice de massa corporal (IMC) e prática de dança nos níveis de insatisfação corporal e autoestima em escolares do sexo feminino. Os resultados mostraram que a idade se correlacionou negativamente com a insatisfação corporal (r=-0,19; p<0,01), maiores níveis de IMC está associado a maior insatisfação corporal (r=0,15; p=0,016) e menores níveis de autoestima (r=-0,17; p<0,01). A prática de dança desempenhou efeito significativo nos níveis de insatisfação corporal (F=4,79; p=0,030; η²=0,02), constatando ausência de diferenças significativas na autoestima (F=1,88; p=0,172; η²=0,02). Pode-se inferir que as não praticantes de dança apresentam menor autoestima, são mais insatisfeitas, com seu peso corporal e sua aparência, além de apresentarem maior prevalência desse fenômeno comparando com as praticantes de dança. Por fim, o Estudo (3) teve o objetivo de analisar a relação entre idade, IMC, tempo de prática de dança e influência conjunta das necessidades psicológicas básicas na insatisfação corporal e autoestima. As necessidades psicológicas básicas não influenciaram significativamente nos níveis de insatisfação corporal (F = 0,18; p = 0,909; R²ajust. = 0,02), porém contribuíram para a explicação de 12% da variância da autoestima (F = 6,95; p < 0,001; R²ajust. = 0,12), embora se tenha verificado um efeito significativo por parte dos níveis de relacionamento (β = 0,34; t = 3,86; p < 0,001). O IMC apresentou uma associação positiva com o tempo de prática de dança, o relacionamento e a competência correlacionaram-se positivamente com a autoestima, verificando-se também uma relação negativa entre a autoestima e a insatisfação corporal das praticantes de dança. As não praticantes de dança apresentaram menor autoestima e são mais insatisfeitas com a massa e aparência corporal, além de apresentarem maior prevalência desse fenômeno comparando com as praticantes de dança.
This thesis analyzed the levels of satisfaction with body image (BI), self-esteem, basic psychological needs of school practitioners and non-practitioners dance of City Macapa-AP-Brazil. The sample consisted of 283 students aged 09 to 15 years (M = 11.51, SD = 1.60), BMI (M = 18.72, SD = 3.32). To this was divided into three studies: The study (1) aimed to systematically review the literature to seek further clarification about the available scientific evidence on dance and BI. The results showed that classic dancers, of both sexes, professionals or not present levels of dissatisfaction and distortion of its BI. Different types of dance can be effective to increase the satisfaction in BI of their practitioners. Body mass index (BMI) was considered a significant variable in predicting the distortion of BI. In ballet and other dances was the prevalence of dissatisfaction with BI for men with thinness, while women were dissatisfied by excess weight. The study (2) had the aim to analyze the effect of age, family income, BMI, and dance practice in the levels of body dissatisfaction and self-esteem in female students. The results showed that age was negatively correlated with body dissatisfaction r = -0.19, p <0.01), higher BMI is associated with greater body dissatisfaction r = 0.15, p = 0.016) and lower levels of self-esteem r = -0.17, p <0.01). The dance practice played a significant effect on the levels of body dissatisfaction F = 4.79, p = 0.030; η² = 0.02), finding no significant differences in self-esteem F = 1.88, p = 0.172, η² = 0.02). It can be inferred that the non-practicing dance show lower self-esteem, are more dissatisfied with their body weight and their appearance, in addition to having a higher prevalence of this phenomenon comparing with dance practitioners. Finally, the study (3) aimed to analyze the relation between age, BMI, duration of dance practice and combined influence of the basic psychological needs in body dissatisfaction and self-esteem. The basic psychological needs did not significantly modify the levels of body dissatisfaction F = 0.18, p = 0.909; R²Adj. = 0.02), but contributed to explaining 12% of the variance in self-esteem F = 6.95; p <0.001, R²Adj = 0.12), although there was a significant effect by the relationship levels β = 0.34; t = 3.86, p <0.001). BMI showed a positive association with time to dance practice, relatedness and perceptions of competence positively correlated with self-esteem, whereas body dissatisfaction correlated negatively with self-esteem. Those that didn't practiced dance showed lower levels of self-esteem and were more dissatisfied with their weight and body appearance, besides having higher prevalence of this phenomenon comparing with dance practitioners
Descrição: Tese de Doutoramento em Ciências do Desporto
URI: http://hdl.handle.net/10348/5225
Tipo de Documento: Tese de Doutoramento
Aparece nas colecções:TD - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
phd_lacmonteiro.pdf
  Restricted Access
1,22 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.