Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/5237
Title: Prevalência da infeção por Trichinella spp., Toxoplasma gondii e Sarcocystis spp. em javalis (Sus scrofa) caçados na Região de Trás-os-Montes
Authors: Coelho, Catarina Manuela Almeida
Advisor: Pinto, Maria Madalena Vieira
Lopes, Ana Patrícia Antunes
Gomes, Jacinto José Carneiro
Keywords: Javali
Carne
Região de Trás-os-Montes
Zoonoses
Trichinella
Toxoplasma gondii
Sarcocystis
Inspeção de carne
Issue Date: 2015
Abstract: O javali (Sus scrofa) é uma espécie silvática abundante e amplamente distribuída em Portugal. É uma das espécies de caça maior mais procuradas pelos caçadores sendo destinado, na grande maioria das vezes, para autoconsumo. O javali é também um importante reservatório de doenças, muitas delas zoonóticas, algumas das quais transmitidas ao homem através do consumo da carne e seus derivados. Este trabalho pretende abrir a discussão para os riscos que a ingestão de carne de espécies silváticas pode ter na saúde da população em geral e dos caçadores em particular. Para o efeito foram estudadas as prevalências da infeção por Trichinella spp., Toxoplasma gondii e Sarcocystis spp. tendo sido amostrados 105 javalis caçados durante a época de caça 2011/2012 na região de Trás-os-Montes, no nordeste de Portugal. O presente trabalho encontra-se dividido em seis capítulos que passamos a descrever sumariamente: Capitulo I: Este capítulo inclui uma revisão geral da literatura científica sobre aspetos genéricos da biologia do javali, a sua importância cinegética e o seu papel como reservatório de agentes zoonóticos. São também caraterizados os parasitas zoonóticos em estudo, ao nível taxonómico e seus ciclos biológicos, sendo ainda abordados aspetos epidemiológicos e técnicas de diagnóstico. Capitulo II: Este capítulo inclui o enquadramento do trabalho experimental a realizado. Capítulo III. Neste capítulo foi efetuado um estudo da infeção por Trichinella spp. utilizando o método de digestão enzimática e o ensaio imunoenzimático (“enzime-linked immunosorbent assay” - ELISA). Para o efeito foi recolhido sangue em 97 animais e diafragma em 102 animais. Os pilares de diafragma foram separados para serem utilizados no método de digestão enzimática (método de referência). O soro e o suco muscular obtido a partir da congelação do diafragma, foram utilizados para a deteção de anticorpos para Trichinella spp. através de um teste comercial ELISA (PIGTYPE Trichinella Ab®, Labor Diagnostik, Alemanha). Obtiveram-se 3 (3,1%) resultados positivos no soro e 4 (3,9%) no suco muscular, no entanto, não foram detetadas larvas através do método de digestão. Após o envio das amostras positivas para o Laboratório Europeu de Referência, estas não foram confirmados, revelando-se negativos. Apesar destes resultados, a técnica ELISA pode considerar-se uma ferramenta útil para o rápido diagnóstico da infeção por Trichinella spp. nos animais caçados para autoconsumo, dada a sua elevada sensibilidade Capitulo IV: Neste capítulo foi realizada a pesquisa de anticorpos para Toxoplasma gondii no soro e suco muscular através do método de aglutinação modificada (“modified agglutination test”-MAT), utilizando para o efeito um teste comercial (Toxo-Screen DA®, bioMérieux, França). Para este estudo foram recolhidas amostras de sangue de 97 animais e obtido suco muscular a partir do coração de 101 javalis. A seroprevalência encontrada foi de 20,6%. A idade entre os 15 e os 25 meses e o género masculino foram identificados como fatores de risco para a aquisição da infeção. Verificou-se ainda que o suco muscular pode ser uma alternativa ao soro, utilizando o MAT. Capitulo V: Neste capítulo foi realizado um estudo de prevalência da infeção por Sarcocystis spp. através da análise histológica e do diagnóstico molecular, tendo ainda sido identificadas as espécies presentes. Para a análise histológica foram utilizadas amostras de esófago (96), coração (101) e diafragma (102). No diagnóstico molecular apenas foram utilizadas amostras de diafragma (102). A prevalência obtida utilizando e reação em cadeia da polimerase (“polymerase chain reaction” - PCR) foi de 73,8%, e de 36,9% utilizando a técnica histológica. A única espécie identificada foi Sarcocystis miesheriana. Apesar desta espécie não possuir caráter zoonótico, mais estudos devem ser realizados, de modo a definir-se a relevância zoonótica da sarcocistiose em Portugal, tal como recomendado pela Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar (EFSA). Capitulo VI: Neste capítulo apresentam-se as principais conclusões decorrentes do trabalho experimental, destacando-se alguns desafios futuros nesta área de investigação.
The wild boar (Sus scrofa) is an abundant wild species and widely distributed throughout the Portuguese landscape. It is one of the largest game species most sought after by hunters being used, in most cases, for self-consumption. The wild boar is also an important reservoir of many zoonotic diseases, some of which are transmitted to humans through the ingestion of meat or meat products. This work intends to open the discussion of the possible health hazards due to wild game meat consumption and its possible impact on the general population and particularly in hunters. To this end, 105 wild boars were sampled with the aim to evaluate the infection prevalence for Trichinella spp., Toxoplasma gondii and Sarcocystis spp. The boars were hunted during the legal hunting season in 2011/2012, in Trás-os-Montes, northeastern Portugal; This study is divided into six chapters which will be briefly described: Chapter I: This chapter includes a general review of the scientific literature on generic aspects of the biology of the boar, its hunting importance and its role as a reservoir of zoonotic agents. The zoonotic parasites under study are characterized taxonomically and their life cycles are explained, with evaluation of involved epidemiological aspects, as well as, the possible diagnostic techniques. Chapter II: This chapter includes the experimental design. Chapter III: In this chapter Trichinella spp. infection was studied using an enzymatic digestion method and enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA). For this purpose, blood from 97 animals and the diaphragm of 102 animals were collected. The pillars of the diaphragm were separated for the enzymatic digestion method (reference method). Serum and muscle juice obtained from diaphragm freezing, were used for detection of Trichinella spp antibodies using a commercial ELISA test (PIGTYPE Trichinella Ab®, Labor Diagnostik, Germany).Three (3.1%) positive results were obtained in serum and four (3.9%) in meat juice; however, larvae were not detected by the digestion method. The positive samples were sent to be validated by the European Reference Laboratory but proved to be negative. Despite this outcome the high sensitivity of the ELISA technique turns it a useful tool for the rapid diagnosis of Trichinella spp. infection in animals hunted for self-consumption. Chapter IV: In this chapter antibodies for Toxoplasma gondii were researched in serum and muscle juice through the modified agglutination test (MAT), using the commercial test (Toxo-Screen DA®, bioMérieux , France). For this study, blood samples were collected from 97 animals and muscle juice was obtained from 101 hearts. A seroprevalence of 20.6% was found. Boar gender and age were identified as risk factors for the acquisition of infection, being males more susceptible, as well as, the ages between 15 and 25 months. It was also established that meat juice was an alternative to serum use by MAT. Chapter V: In this chapter is presented a study of infection prevalence by Sarcocystis spp. using histological and molecular diagnosis, and species identification. For histological analysis, 96 samples were taken from the oesophagus, 101 from the heart and 102 from the diaphragm. In molecular diagnosis, only diaphragm samples (102) were used. The obtained prevalence using polymerase chain reaction (PCR) was 73.8% and using the histological technique, 36.9%. The only identified species was Sarcocystis miesheriana. Although this species does not have zoonotic characteristics, more studies are needed in order to evaluate the zoonotic importance of Sarcocystosis in Portugal, as recommended by European Food Safety Authority (EFSA). Chapter VI: In this chapter we present the main conclusions of the experimental work, highlighting some future challenges in this research area.
Description: Tese de Doutoramento em Ciência Animal
URI: http://hdl.handle.net/10348/5237
Document Type: Doctoral Thesis
Appears in Collections:TD - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
phd_cmacoelho.pdf5,17 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.