Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/5373
Título: Efeitos da ingestão de mel ou vinagre nas variáveis produtivas de suínos em crescimento
Autor: Lopes, Eduarda Daniela Teixeira
Orientador: Monteiro, Divanildo Outor
Lourenço, Ana Luísa Guimarães Dias
Palavras-chave: Regulador de crescimento
Mel
Vinagre
Suíno
Suplemento alimentar
Data: 7-Jan-2016
Resumo: A UE proibiu o uso de antibióticos em dosagens sub-terapêuticas, cuja utilização visava uma acção promotora do crescimento. Os estudos foram realizados com o intuito de procurar alternativas à acção apresentada pelos antibióticos. O mel e o vinagre, produtos utilizados nestes ensaios, têm ambos acção acidificante o que pode ter acção no pH do tubo digestivo e dessa forma modular a flora presente. Além desta acção são-lhes atribuídas outras, dada a complexidade da sua composição, cujo potencial efeito pretendemos avaliar. Foram efectuados dois ensaios, um na fase pós-desmame (recria) e outro na fase de engorda. O objectivo do primeiro ensaio foi o de verificar os efeitos do mel (diluído a 2% na água de bebida) e do vinagre (diluído a 1% na água de bebida) face a um tratamento controlo (água) no aumento médio diário, ingestão de alimento, índice de conversão alimentar e ingestão de água. Este ensaio foi realizado com 48 animais entre os 7 e os 14kg ao longo de 28 dias alojados em parques de 2 animais com 8 réplicas por tratamento. O segundo ensaio foi delineado com o objectivo de avaliar os efeitos do vinagre em diferentes concentrações na água de bebida (2,5 e 5%) em comparação com um grupo controlo (água), nas variáveis acima descritas. Foram utilizados 24 animais, entre os 50 e os 100kg, ao longo de 42 dias, alojados em jaulas individuais, com 8 réplicas por tratamento. A adição de vinagre à água de bebida não se traduziu em qualquer alteração nas variáveis medidas (P > 0,05), independentemente do seu nível de inclusão. A inclusão de mel (2%) na água de bebida traduziu-se num aumento da quantidade de água total ingerida (P < 0,05) sem que tenha havido alteração na ingestão de alimento, no crescimento ou no desempenho zootécnico dos animais. Os resultados obtidos nos dois ensaios não evidenciam alterações relevantes nas performances zootécnicas dos animais.
The European Union banned the use of antibiotics at sub-therapeutic doses, which use aimed a growth promoting action. The studies were conducted in order to find alternatives to the action presented by antibiotics. The products used in these assays, honey and vinegar, both have acidifying action which may affect pH in the gut and thereby modulate the existent flora. Besides this, other functions are attributed to them, given the complexity of its composition, which potential effect we intend to evaluate. There were two trials, one in the post-weaning phase and another in the fattening phase. The objective of the first trial was to determine the effects of honey (diluted to 2% in drinking water) and vinegar (diluted to 1% in drinking water) compared to a control treatment (water) in average daily gain, food intake and feed conversion ratio and water intake. This assay was performed with 48 animals between 7 and 14kg over 28 days, housed in boxes with two animals with 8 replicates per treatment. The second assay was designed in order to evaluate the effects of vinegar in different concentrations in drinking water (2.5 and 5%) compared with control (water), in the variables described above. Twenty-four animals were used, between 50 and 100kg over 42 days, housed in individual cages with 8 replicates per treatment. Adding vinegar to the drinking water did not result in any change in the measured variables (P > 0.05), regardless of their level of inclusion. The inclusion of honey (2%) in the drinking water resulted in an increased amount of total water intake (P < 0.05) without there being any change in feed intake, growth or efficiency of animals. The results from the two trials showed no significant changes in animal performances.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Engenharia Zootécnica
URI: http://hdl.handle.net/10348/5373
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:TD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
msc_edtlopes.pdf1,12 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.