Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/5374
Title: Relação entre a condição corporal e medidas de gordura e de músculo obtidas por ultrassonografia em tempo real em vacas da raça Barrosã
Authors: Fernandes, Sara Manuela Palhau
Advisor: Silva, Severiano Rocha e
Almeida, José Carlos
Keywords: Condição corporal
Gordura
Ultrassonografia
Vaca da raça barrosã
Issue Date: 8-Jan-2016
Abstract: O conhecimento do nível das reservas corporais em animais possibilita maximizar a produtividade e a eficiência reprodutiva do efetivo. Permite também detetar alterações na saúde e bem-estar dos animais. Uma das técnicas que permite adquirir essa informação é a avaliação da condição corporal (CC). Este método é considerado como o mais prático para esta finalidade. No entanto, uma técnica objetiva, como a da ultrassonografia em tempo real (UTR) consegue-se obter uma melhor imagem do nível de gordura dos animais. Neste sentido, o objetivo deste trabalho é estudar a relação entre a notação da condição corporal (NCC) e a espessura da gordura subcutânea (GS) medida por UTR. Ao longo de dois anos foram realizadas 406 observações em 47 vacas adultas da raça Barrosã. A avaliação da CC foi efetuada aplicando a notação com uma escala de 1-5 com intervalos de 0.25 pontos. Para as medidas de UTR foi utilizado um ecógrafo Aloka SSD 500V equipado com uma sonda linear de 7,5 MHz. Foram capturadas imagens de UTR na região lombar e ao nível do ísquio. As imagens foram analisadas com recurso ao programa ImageJ e obtidas medidas de espessura da GS em ambas as posições. Na região lombar foi também obtida a medida da espessura do músculo Longissimus thoracis et lumborum (LTL). As vacas apresentaram uma média de NCC de 3.80 ± 0.42. Relativamente à espessura da GS da zona lombar e do ísquio variou entre 0,75 e 46 mm. A zona do ísquio apresenta maiores valores de espessura do que a região lombar. O músculo LTL mostrou uma espessura média de 48 ± 7,80 mm. A análise de correlação entre as medidas e a NCC mostra que, de uma forma geral, essa correlação é significativa. Para as medidas de gordura os valores de correlação encontrados variaram entre -0,04 (P > 0,05) e 0,75 (P < 0,001). Já para a correlação entre a NCC e o músculo LTL foi encontrado um r de 0,51 (P < 0,001). A relação entre a NCC e as medidas de UTR foi estudada com três modelos. Foram obtidas equações com os seguintes modelos: exponencial, polinomial de grau 2 e linear. Todos apresentaram um comportamento semelhante, no entanto, o modelo polinomial de grau 2 foi o que permitiu explicar melhor a variação das reservas corporais, quer com medidas de GS (R2 = 0,65; P < 0,0001) quer com a medida do músculo LTL (R2 = 0,27; P < 0,0001). Estes resultados mostram que a UTR combinada com um programa de análise de imagem permite estimar a NCC dos animais vivos.
The knowledge of body reserves level in animals allows maximizing the herd productivity and reproductive efficiency. It also allows detecting changes in the health and welfare of animals. The body condition score (BCS) is a method to get information about body fat reserves. This method has a worldwide expression and is considered the most practical for that purpose. However objective techniques, such as the real-time ultrasound (RTU) can get a better picture of the body fat reserves level of the animal. Therefore this work aimed to study the relationship between BCS and the thickness of subcutaneous fat (SF) and the thickness of Longissimus thoracis et lumborum muscle (LTL) measured by RTU. Over two years 406 observations were obtained in 47 adult Barrosã breed cows. The BCS was performed by applying a notation with a scale of 1 to 5 in a quarter point unit. For RTU measurements it was used an Aloka SSD 500V ultrasound system equipped with a 7,5 MHz linear probe. The RTU images were captured in the lumbar and ischium regions. The RTU images were analyzed using the ImageJ program and measurement of SF thickness in both positions and LTL thickness measurements on lumbar position were taken. The cows had a mean BCS of 3.80 ± 0.42. With regard to the thickness of SF at lumbar and ischium regions varied between 0,75 to 46 mm. The measurements at ischium region present higher values fat thickness than lumbar region. The LTL muscle showed an average thickness of 48 ± 7,80 mm. The correlation between RTU measurements and the BCS shows, in general, a significant correlation. The correlation between fat measurements ranged from -0,04 (P > 0,05) to 0,75 (P < 0,001). The correlation between the BCS and the LTL muscle was 0,51 (P < 0,001). The relationship between BCS and RTU measurements was studied with three models: exponential, second degree polynomial and linear. All models show similar behavior, however, the second degree polynomial model allowed a better explanation of the body fat reserves either with SF measurements (R2 = 0,65; P < 0,0001) and with LTL muscle (R2 = 0,27; P < 0,0001). These results show that the RTU combined with image analysis enables estimation of the BCS live animals.
Description: Dissertação de Mestrado em Engenharia Zootécnica
URI: http://hdl.handle.net/10348/5374
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_smpfernandes.pdf1,43 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.