Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/5541
Título: Padrões de relacionamento entre irmãos
Autor: Fachada, Sophie Élodie
Orientador: Fernandes, Otília Monteiro
Relva, Inês Carvalho
Palavras-chave: Vinculação
Pai
Mãe
Alienação
Comunicação
Violência fraterna
Data: 4-Fev-2016
Resumo: As relações interpessoais, modeladas pelas primeiras experiências de vinculação com os progenitores, ditam a construção de um ego que se revele forte e capaz de enfrentar ad-versidades. Na adolescência, apesar da construção da identidade e a procura de autono-mia constituírem-se processos complementares e reivindicarem um distanciamento rela-tivamente às primeiras figuras de vinculação, a manutenção da qualidade da relação parental continua a constituir um fator de relevância para a edificação da identidade. Por outro lado, as relações que se estabelecem entre os irmãos são fundamentais, uma vez que partilham uma história de vida, sendo marcadas por uma enorme variedade e inten-sidade de emoções. Perante isto, o enfoque deste trabalho foi avaliar a vinculação às figuras parentais na qualidade da relação entre irmãos, nomeadamente quando ocorre violência na fratria. A amostra compreendeu 200 jovens do ensino secundário com ida-des compreendidas entre os 11 e os 16 anos. A recolha de dados efetivou-se com a apli-cação de um questionário Sociobiográfico, do Inventory of Parent and Peer Attachment e das Revised Conflict Tactics Scales – Sibling Version. A análise estatística dos resulta-dos evidenciou a relevância do estabelecimento de um vínculo seguro com a figura ma-terna (através da comunicação) como preditor para uma relação fraterna positiva, essen-cialmente no que diz respeito à capacidade de negociação face aos conflitos fraternos. Concomitante, uma relação de vinculação insegura, marcada por sentimentos de aliena-ção, tende a predizer a perpetração de violência na relação fraterna. Contrariamente à literatura, não foram encontrados diferenças quanto ao género dos sujeitos.
The interpersonal relationships, resulted from the first linking experiences with the par-ents, are crucial in the construction of an ego that proves be strong and able to face ad-versity. Despite the construction of identity as well as the search of autonomy be com-plementary processes and claim a detachment from the first attachment figures, the maintenance of high levels of parental relationship, may provide great improvements in the construction of the identity. However, the relations between siblings seem to be fun-damental, since they share a life story, marked by a huge variety and intensity of emo-tions. This study aimed to evaluate the binding to parental figures, as the sibling rela-tionship, including through the occurrence of aggression in the dyad. 200 youngsters, aged between 11 and 16 years old, participated in the study. Data was collected using the socio biographical questionnaire, the Inventory of Parent and Peer Attachment and the Revised Conflict Tactics Scales – Sibling Version. The results of this study showed the relevance of establishing a secure bond with the mother figure (through communica-tion) as a predictor for a positive sibling relationship, mainly with the resolution of con-flicts using the negotiation. Similarly, a relationship characterized by insecurity and feelings of alienation, seems to predict the perpetration of violence in fraternal relation-ship. In contrast to the recent investigation, our results do not find differences in the gender of the subjects.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia, Especialização em Psicologia da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10348/5541
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:TD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
msc_sefachada.pdf847,53 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.