Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/563
Título: Acção de um bloqueador β1 na lesão hepática induzida pela ligadura do conducto biliar comum em ratos Wistar - Estudos preliminares
Autor: Teixeira, Catarina Isabel Guedes
Orientador: Pires, Maria João
Colaço, Aura
Data: 2010
Resumo: A diminuição da produção de óxido nítrico (NO) parece estar envolvida na patogénese das doenças hepáticas crónicas. Portanto, um fármaco que aumente a biodisponibilidade do NO pode ter um efeito hepatoprotector. O nebivolol é um bloqueador β1 que aumenta a biodisponibilidade de NO através do aumento das sua síntese a partir do endotélio e da diminuição da sua inactivação pelo stress oxidativo. Este trabalho teve como objectivo, avaliar o efeito do tratamento com o nebivolol na lesão hepática induzida pela ligadura do conducto biliar comum (LBC), um modelo secundário de fibrose biliar. Neste estudo, foram utilizados 33 ratos machos da estirpe Wistar, dos quais 25 foram submetidos a uma LBC e nos restantes a cirurgia foi simulada. Três dias após a cirurgia os animais foram divididos em 3 grupos experimentais: LBC- ratos com LBC sem tratamento (n=8); LBC+N- ratos com LBC tratados com o nebivolol na dose de 8 mg/Kg de peso corporal (n=8); e Sham- ratos em que a cirurgia foi simulada (n=8). O tratamento foi administrado durante 5 semanas na água de bebida. A função hepática foi avaliada através da determinação da actividade plasmática da alanina aminotransferase (ALT), da aspartato aminotransferase (AST) e da gama glutamiltransferase (GGT) e das concentrações plasmáticas de bilirrubina total (BT), de bilirrubina directa (BD) e de albumina (Alb). A avaliação das lesões histológicas e do grau de fibrose hepática foram realizadas através das colorações de hematoxilina-eosina, de tricrómico de Masson e de reticulina. Neste trabalho, conseguiu-se induzir uma lesão hepática secundária à LBC, demonstrada pelo aumento da actividade plasmática da ALT, da AST e da GGT, pelo aumento da concentração plasmática de BT e de BD, e pela diminuição da concentração plasmática de Alb. O grau de fibrose hepática não foi afectado pelo tratamento com o nebivolol, no entanto, quando se comparam os grupos submetidos à LBC, verifica-se que, o grupo LBC+N apresentou uma maior sobrevida, um maior ganho ponderal de peso e um maior valor do hematócrito. Para além disso, observou-se uma menor alteração da funcionalidade hepática, evidenciadas pelo aumento menos acentuado da actividade plasmática da GGT e da concentração plasmática de BT e de BD, e pela menor diminuição da concentração plasmática de Alb. Os resultados obtidos sugerem que o nebivolol pode ter um efeito benéfico sobre algumas das lesões hepáticas induzida pela LBC.
Descrição: Dissertação de Mestrado em análises laboratoriais
URI: http://hdl.handle.net/10348/563
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:OLD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
msc_cigteixeira.pdf2,48 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.