Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/5729
Title: Saúde mental, satisfação com a vida e exercício físico
Authors: Costa, Sophie Borges
Advisor: Raposo, José Jacinto Branco Vasconcelos
Keywords: Saúde mental
Exercícios físicos
Atividade física
Satisfação com a vida
Issue Date: 2015
Abstract: O objetivo deste estudo foi comparar indivíduos por prática de exercício físico, género, local de residência, nível de escolaridade e ocupação de tempos livres, ao nível da satisfação com a vida e das dimensões da saúde mental. Pretende-se ainda observar se existe alguma relação entre as variáveis satisfação com a vida e saúde mental. A amostra total foi constituída por 222 indivíduos. Os instrumentos utilizados foram um questionário sociodemográfico, o inventário de saúde mental (MHI) e a escala de satisfação com a vida (SWLS). Os principais resultados evidenciaram diferenças estatisticamente significativas ao nível da prática de exercício físico apresentando os praticantes valores mais elevados indicando melhores níveis de saúde mental e maior satisfação com a vida. Foram ainda encontradas diferenças entre os sexos na saúde mental, tendo os homens melhor saúde mental. Níveis mais elevados de formação académica associam-se a melhores índices de satisfação com a vida. A ocupação dos tempos livres com passeios e atividades desportivas apresentam melhores níveis de saúde mental e satisfação com a vida. Finalmente, existe uma correlação positiva entre a satisfação com a vida e a saúde mental. Em conclusão, constatou-se um efeito positivo da atividade física na saúde mental e na satisfação com a vida.
The objective of this study was to compare individuals for physical exercise, gender, residence, level of education and leisure activities, the level of satisfaction with life and dimensions of mental health. The aim is also to observe whether there is any relationship between the satisfaction with life and mental health. The total sample consisted of 222 individuals. The instruments used were a sociodemographic questionnaire, the inventory of mental health (MHI) and satisfaction with life scale (SWLS). The main results showed statistically significant differences in terms of physical exercise practitioners presenting higher values indicating higher levels of mental health and greater satisfaction with life. They were also found gender differences in mental health, and men better mental health. Higher levels of academic education are associated with better levels of satisfaction with life. The use of free time with sports tours and activities have higher levels of mental health and life satisfaction. Finally, there is a positive correlation between life satisfaction and mental health. In conclusion, there was a positive effect of physical activity on mental health and life satisfaction.
Description: Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica
URI: http://hdl.handle.net/10348/5729
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_sbcosta.pdf
  Restricted Access
1,5 MBAdobe PDFView/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.