Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/5765
Title: A criatividade individual e colectiva no futebol. Efeitos de um programa de desenvolvimento da técnica e do foco atencional
Authors: Silva, Alexandra Margarida Pereira e
Advisor: Leite, Nuno
Sampaio, Jaime
Keywords: Futebol
Treino
Amizade
Criatividade individual
Criatividade coletiva
Issue Date: 14-Apr-2016
Abstract: Os objectivos do presente estudo consistiram em identificar a relação existente entre criatividade individual (CriaI) e colectiva (CriaC) específicas de jovens futebolistas; avaliar os efeitos de um programa de treino de desenvolvimento do reportório técnico e do foco atencional no seu desempenho criativo; e analisar a influência das relações de amizade na CriaC. Foram analisados 25 jogadores, com uma média de idades de 13,92 ± 0,64, e 5,36 ± 2,14 anos de prática da modalidade. A avaliação da CriaI foi realizada através de uma situação de 1 x 1, filmada para posterior análise das acções técnicas. Por sua vez, a avaliação da CriaC foi feita com recurso a jogo Gr+5 x 5+Gr. As equipas envolvidas na tarefa colectiva foram organizadas por pontuação de CriaI; por díades de melhores amigos e de forma aleatória. Foram registados dados posicionais, de carga interna, e efectuada uma filmagem para posterior análise das acções técnicas. Foi também realizada uma avaliação da aptidão física dos participantes. O pós-teste decorreu 12 semanas após o pré-teste, durante as quais foi aplicado um programa de treino visando o desenvolvimento do reportório técnico e do foco atencional. Verificou-se que as melhorias registadas ao nível das pontuações de CriaI foram acompanhadas por melhorias dos valores de CriaC, sugerindo uma possível relação entre ambas. Para além disso, verificou-se que, quando reunimos indivíduos com CriaI mais elevada no mesmo grupo, estes distinguem-se do grupo dos “menos criativos” na média das pontuações de CriaC, sugerindo que jogadores mais criativos individualmente, mantêm valores elevados na tarefa colectiva. Os efeitos do programa de treino foram registados no aumento de iniciativas de remate e na média de CriaC dos jogadores que integraram as equipas mais e menos “criativas”. Os resultados obtidos ao nível das variáveis posicionais apontam para uma melhoria no desempenho táctico dos jogadores do grupo experimental, o que parece reflectir-se também nas variáveis metabólicas. Relativamente ao factor amizade, os resultados sugerem um efeito positivo na CriaC, verificado no sucesso do número e diversidade de intervenções.
Description: Dissertação de Mestrado em Ciências do Desporto, Especialização em Jogos Desportivos Colectivos
URI: http://hdl.handle.net/10348/5765
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_ampsilva.pdf1,24 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.