Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/5880
Title: Avaliação dos efeitos do plano alimentar de porcas em gestação sobre a condição corporal e a prestação produtiva
Authors: Ramião, Ana Raquel Carvalho
Advisor: Monteiro, Divanildo Outor
Moreira, Tiago Machado
Keywords: Suíno
Alimentação
Maneio do gado
Reprodução
Issue Date: 9-May-2016
Abstract: A recente alteração legislativa nas condições de alojamento das porcas gestantes teve implicações a vários níveis nas explorações agropecuárias, nomeadamente na adaptação das instalações para que as fêmeas passassem a maior parte da gestação em grupo. Esta alteração teve implicações no sistema de alimentação das porcas. A condição corporal destas pode sofrer mais variações neste contexto afetando as suas prestações produtivas. Este estudo foi realizado de forma a avaliar a eficácia do plano alimentar durante a gestação na condição corporal e nos parâmetros produtivos das porcas. Neste trabalho avaliou-se a condição corporal de 135 fêmeas recorrendo a um painel de observadores (avaliação visual) e a um medidor de gordura dorsal, Renco Lean-Meater®, (avaliação ecográfica). Acompanharam-se as porcas ao longo de um ciclo reprodutivo, da inseminação ao desmame, avaliando a sua condição corporal e a quantidade de alimento ingerido que ia sendo ajustada consoante a medida de gordura dorsal. Registaram-se todos os leitões nascidos, vivos, mortos e mumificados, num total de 2109 animais. Destes, apenas os leitões vivos e os mortos (2029 leitões) foram pesados individualmente. Os dados foram recolhidos ao longo de 6 meses na agropecuária da Gandra – Reis e Silva, Lda. Os planos alimentares definidos para os animais permitiram que as porcas primíparas e as multíparas aumentassem a espessura de gordura dorsal (EGD) ao longo da gestação, 18,0 para 19,5mm e 17,3 para 18,2mm, respetivamente. Os planos alimentares permitiram, de forma geral, um ajustamento da EGD nas fêmeas. O aumento da idade e do tamanho das porcas implicou uma menor mobilização das reservas corporais, EGD, entre o parto e o desmame (3,3, 2,4 e 1,8mm de variação para porcas primíparas, multíparas 1 e multíparas 2). As porcas de primeiro parto produziram menos 2,2 leitões totais (vivos e mortos) por ninhada que as porcas multíparas de maior tamanho (M2), 13,3 e 15,5, respetivamente (P<0,05). Em relação ao alimento consumido pelas porcas, os leitões vivos provenientes de porcas magras ao parto foram mais dispendiosos, neste ciclo, que os das porcas médias e das porcas gordas, 6,91, 5,45 e 4,48€, respetivamente (P<0,05). As porcas que chegaram mais gordas ao parto (>17mm) foram as que mais perdas de EGD registaram na lactação, tendo sido as mais magras as que menores perdas apresentaram, 2,8 e 0,6mm, respetivamente (P<0,05). Em trabalhos futuros é desejável um maior número de observações por plano alimentar, permitindo assim verificar com maior rigor os efeitos de cada uma delas nos parâmetros produtivos dos animais, bem como realizar pesagens das reprodutoras ao longo do ciclo. Seria também enriquecedor do trabalho dispor de dados relativos ao consumo de alimento na lactação, de forma a melhor poder explicar os resultados obtidos ao desmame. Caso se pretendesse investigar de que forma as variáveis em questão poderiam influenciar a descendência das porcas, seria desejável fazer um acompanhamento dos leitões até ao abate. Seria também interessante fazer o acompanhamento das porcas ao longo de mais ciclos reprodutivos.
Recent changes in regulations concerning housing in pregnant sows had major implications in several sectors of pig farms, namely in adapting housing conditions in order to group females in the gestation sector. These changes have consequences on the feeding management of these animals, namely, body condition (BC) of sows may suffer higher variations and thus affect their productive outcome. In order to assess the importance of proper feeding management in productive parameters and body condition of pregnant sows, we conducted an evaluation study. For this purpose, BC was measured using a panel of 3 evaluators (visual evaluation) and measuring backfat thickness (performed using a backfat probe Renco Lean-Meater®) (ultrasonographic evaluation) in 135 sows. Sows were observed during a reproduction cycle, from insemination to weaning of piglets. During this time BC and feed intake were evaluated. Feed intake was adjusted depending on backfat thickness (BT) measurements and allocated to different feeding plans. After birth, live, dead and mummified piglets were recorded, in a total of 2109 animals, however, only live and dead piglets were weighted individually (2029 piglets). All data was recorded for 6 months in Agropecuária da Gandra – Reis e Silva Lda.,. Defined feeding plans allowed an increase of backfat thickness throughout gestation from 18 to 19.5mm and 17.3 to 18.2mm, respectively for primiparous and multiparous sows. Globally, defined feeding plans allowed the adjustment of backfat thickness of sows. Increased age and size of sows lead to a lower body reserve mobilization and BT between birth and weaning (3.3, 2.4 e 1.8mm of BT variation for primiparous, multiparous 1(M1) and multiparous 2(M2), respectively). Primiparous sows produced less 2.2 total piglets per litter than higher sized multiparous sows (M2), 13.3and 15.5respectively (P<0.05). Concerning sow feed intake, live piglets from sows that were thin at birth lead, in this cycle, to higher production costs compared to medium and fat sows (6.91, 5.45, and 4.48€ respectively, P<0.05). Sows that were fat at parturition (BT>17mm), showed higher BT losses in lactation, conversely, thinner sows presented lower losses, 2.8 and 0.6 respectively (P<0.05). In future studies it would be desirable to have a higher number of observations per feeding plan, allowing in this way to assess with higher accuracy the effects of each plan in productive parameters of animals. Weighting of sows throughout the cycle would also be desirable. Feed intake during lactation would also be an important data since it would allow a better understanding of results that we obtained at weaning. In order to assess if and how these variables influence sow’s offspring, it would be interesting to follow these piglets until slaughter. Also following these sows trough several reproductive cycles would be interesting.
Description: Dissertação de Mestrado em Engenharia Zootécnica
URI: http://hdl.handle.net/10348/5880
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_arcramião.pdf1,88 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.