Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/5982
Title: Desempenho motor em crianças do ensino fundamental i relacionado ao estado nutricional e contexto socioeconômico
Authors: Tavares, Erisvan Demones
Advisor: Carvalhal, Maria Isabel Martins Mourão
Ramalho, Maria Helena
Keywords: Desenvolvimento motor
Desempenho
Nutrição
Contexto sociocultural
Issue Date: 2014
Abstract: O desenvolvimento motor é um processo dinâmico que é fruto da interação das variáveis do indivíduo, do meio e da tarefa. Essas interações definem o percurso do desenvolvimento, e notadamente, das habilidades motoras fundamentais. Dessa maneira, este estudo busca verificar a influência das variáveis biológicas e socioculturais no desempenho motor de crianças entre 6 a 10 anos em um município Brasileiro. A amostra foi constituída de 152 crianças, sendo 74 meninos e 78 meninas, com idades compreendidas entre 6 a 10 anos de idade (8,2±0,73). O instrumento utilizado para avaliação da variável motora (dependente) foi o Test of Gross Motor Development – Second Edition (TGMD-2), validado para a população Brasileira por Valentini (2012). A aplicação dos testes, análises e comparações com os escores oferecidos pelo teste seguiu as recomendações do autor (Ulrich, 2000). Para avaliar o estado nutricional (IMC) utilizou os valores de corte propostos com Cole et al. (2000) e para composição corporal (%G) seguiu-se as equações de Lohman (1986). O contexto socioeconômico foi avaliado pelo questionário de pesquisa da ABA/ABIPEME, modificado por Almeida e Wickerhauser (1991). Os resultados relativos ao perfil motor revelam que (79,6%) das crianças apresenta uma classificação “Muito Pobre”. Quando se compararam os sexos, registram-se diferenças estatisticamente significativas, apresentando os meninos melhores resultados nas habilidades de controle de objetos (t=7,25, p=0,01), nomeadamente nas habilidades de quicar (t=4,73, p=0,01), chutar (t=4,14, p=0,01) e arremesso por cima (t=5,89, p=0,01). Das variáveis biológicas aquela que mais apresentou correlação com o desempenho motor foi o percentual de gordura (r= -0,31, p= 0,01). Das variáveis contextuais, não foi encontrada correlações significativas com o contexto socioeconômico. Contudo, os resultados evidenciam correlação entre o CMA e a variável do contexto de atividade física (r= 0,19, p= 0,05). O modelo de regressão linear nos permite concluir que o desempenho motor é significativamente explicado pela variável do contexto de atividade física conseguindo explicar 3,7% de sua variação (R2=0,037, p=0,01) e 9,5% da variação através do percentual de gordura corporal (R2=0,095, p=0,01). Em conclusão, os fatores biológicos e contextuais influenciam o desempenho motor de crianças, mostrado a natureza interativa do desenvolvimento.
Motor development is a dynamic process that results from the interaction of the variables of the individual, the environment and the task. These interactions define the course of development, and especially, fundamental motor skills. Thus, this study aims to investigate the influence of biological and sociocultural variables in motor performance of children between 6-10 years in a Brazilian city. The sample consisted of 152 children, including 74 boys and 78 girls, aged 6-10 years (8.2 ± 0.73). The instrument used to assess the (dependent) variable was driving the Test of Gross Motor Development - Second Edition (TGMD-2), validated for the Brazilian population by Valentini (2012). The application of the tests, analyzes and comparisons with the scores offered by the test followed the recommendations of the author (Ulrich, 2000). To assess the nutritional status (BMI) used the cutoff values with Cole et al. (2000) and body composition (% BF) was followed by the equations of Lohman (1986). The socioeconomic context was assessed by questionnaire survey of ABA / ABIPEME modified by Almeida and Wickerhauser (1991). The results for the motor profile reveal that (79.6%) of the children has a rating "Very Poor". When comparing the sexes, recorded statistically significant differences, boys showed better results in object control skills (t = 7.25, p = 0.01), particularly in the skills of bounce (t = 4.73, p = 0.01) and kick (t = 4.14, p = 0.01) and pitch over (t = 5.89, p = 0.01). Of biological variables which most correlated with motor performance was the percentage of fat (r = -0.31, p = 0.01). Of contextual variables, no significant correlation was found with the socioeconomic context. However, the results show a correlation between the CMA and the variable context of physical activity (r = 0.19, p = 0.05). The linear regression model allows us to conclude that the engine performance is significantly explained by the variable context of achieving physical activity explain 3.7% of the variation (R2 = 0.037, p = 0.01) and 9.5% of the variation across the percentage of body fat (R2 = 0.095, p = 0.01). In conclusion, biological and contextual factors influence the performance of children motor, shown the interactive nature of development.
Description: Dissertação de Mestrado em Educação Física e Desporto, Especialização em Desenvolvimento da Criança
URI: http://hdl.handle.net/10348/5982
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_edtavares.pdf
  Restricted Access
2,31 MBAdobe PDFView/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.