Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/615
Title: O português no secundário: políticas, programas e manuais (1986-2006)
Authors: Fagundes, Délia Maria da Silva
Advisor: Belo, José Manuel
Issue Date: 2010
Abstract: O objectivo essencial do ensino da Língua Portuguesa no Ensino Secundário, conforme é possível depreender da leitura dos textos programáticos da disciplina, reside na valorização da dimensão discursiva e comunicativa do indivíduo. Esta concepção decorre de um conjunto de decisões políticas que delimitaram, nos últimos vinte anos, o sentido e o alcance da acção educativa e instituíram a língua como sustentáculo de aquisições múltiplas, centrada na comunicação e na expressão, numa perspectiva transversal da educação para a cidadania e para a defesa e preservação da identidade nacional. Neste sentido, o conhecimento explícito, reflexivo e sistemático sobre o funcionamento da língua desempenha um papel determinante no desenvolvimento das competências da expressão e compreensão oral e escrita bem como da leitura. Assim sendo, conscientes de que um programa de ensino deverá constituir-se como uma actualização das directrizes do plano curricular em que se inscreve, procurámos verificar o modo como o Programa de Português do Ensino Secundário concretiza a convicção enunciada no parágrafo anterior, através das propostas apresentadas no âmbito da definição dos objectivos, da selecção dos conteúdos, da delineação das estratégias e do processo de avaliação. No pressuposto de que os manuais escolares assumem um estatuto privilegiado na articulação que estabelecem com os textos programáticos, incontornáveis, portanto, aquando da estruturação e organização do processo de ensino-aprendizagem, procurámos aferir a expressão das linhas orientadoras vertidas nesses documentos curriculares, através da análise da frequência, incidência e níveis de activação das diferentes dimensões do conhecimento da língua nas propostas de tarefas metalinguísticas apresentadas por um conjunto de manuais. Os resultados deste estudo revelaram que, apesar de ser indiscutível a importância do desenvolvimento dos níveis de proficiência da língua materna numa perspectiva transdisiciplinar e integradora, os programas de ensino em análise não obedecem de forma satisfatória aos princípios da clareza e da exequibilidade na prossecução deste desiderato, e os manuais escolares reflectem, de forma bastante expressiva, as limitações dos textos curriculares, no que respeita aos níveis de aprofundamento do estudo do fenómeno linguístico e a sua articulação às outras competências nucleares.
Description: Dissertação de Mestrado em Ensino da Língua e Literatura Portuguesas
URI: http://hdl.handle.net/10348/615
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:OLD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_dmsfagundes.pdf590,34 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.