Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/6331
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRodrigues, Vítor Manuel Costa Pereira-
dc.contributor.advisorPimentel, Maria Helena-
dc.contributor.authorFalcão, Ana Rita dos Santos-
dc.date.accessioned2016-08-01T11:16:18Z-
dc.date.available2016-08-01T11:16:18Z-
dc.date.issued2016-08-01-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10348/6331-
dc.descriptionDissertação de Mestrado em Gestão dos Serviços de Saúdept
dc.description.abstractO envelhecimento demográfico implica novas e melhores respostas. Cada vez é mais importante a qualificação dos profissionais no âmbito do envelhecimento. Neste contexto, as competências profissionais do gerontólogo no âmbito da gestão das estruturas residenciais para idosos, em benefício dos usuários, ainda não se encontram bem definidas. Assim, os objetivos centrais desta investigação consistem em avaliar a qualidade de vida e o grau de satisfação dos idosos institucionalizados, de acordo com as variáveis individuais, clínicas e tempo de permanência na instituição, e em comparar a qualidade de vida e o grau de satisfação dos idosos residentes em estruturas residenciais que possuam gerontólogos em cargos de chefia e dos idosos residentes em estruturas residenciais que possuam outros profissionais nesses cargos. A consecução destes objetivos permite perceber, do ponto de vista do idoso, qual a importância do papel do gerontólogo como gestor em estruturas residenciais. O enquadramento teórico direcionou-se no sentido de compreender definições como envelhecimento, gerontologia, qualidade de vida, satisfação e o papel do gerontólogo. A investigação empírica assentou num estudo exploratório, comparativo e transversal, de natureza quantitativa. A análise descritiva e inferencial incidiu sobre as variáveis de um questionário, composto por quatro partes: caracterização sociodemográfica, Índice de Katz, Formulário WHOQOL-Bref para a qualidade de vida e avaliação do grau de satisfação. Foi aplicado a uma amostra de 160 idosos, 85 dos quais residentes em estruturas residenciais geridas por um gerontólogo e 75 residentes em estruturas residenciais geridas por outro profissional. Os resultados obtidos permitem concluir que os idosos residentes em estruturas residenciais geridas por um gerontólogo possuem melhor qualidade de vida na dimensão do ambiente (p=<0,001; M=94,32) e que possuem um maior grau de satisfação em todas as dimensões (p=<0,001; M do grau de satisfação geral=89,74), comparativamente aos idosos residentes em estruturas residenciais geridas por outro profissional. Desta forma, conclui-se que o trabalho do gerontólogo como gestor em estruturas residenciais para idosos influencia positivamente a qualidade de vida (principalmente na dimensão ambiente) e o grau de satisfação dos idosos.pt
dc.description.abstractThe demographic ageing implies new and better answers, making the professional qualification in ageing increasingly important. In this context, the professional skills of the gerontologist on the management of residential structures for seniors, for the benefit of the users, are not yet well defined. Therefore, one of the aims of this study is to evaluate the quality of life and the satisfaction degree of the institutionalized elderly, according to the individual variables, clinics and the residence time on the institution. The second aim is to compare the quality of life and the satisfaction degree of the elderly residents in residential structures managed by a gerontologist and elderly residents in residential structures managed by another professional. The achievement of those aims allows us to understand, in the elderly point of view, the importance of the role of a gerontologist as a manager in residential structures. The theoretical framing was directed to understand definitions like ageing, gerontology, quality of life, satisfaction and the role of the gerontologist. The empirical research is based on a transversal, comparative and exploratory study and is nature it’s quantitative. The descriptive and inferential analysis focused on the variables of a questionnaire, composed of four parts: sociodemographic characterization, Katz Index, WHOQOL-Bref and the evaluation of the satisfaction degree. It was administered to a sample of 160 elderly, where 85 were residents in residential structures managed by a gerontologist and 75 were residents in residential structures managed by another professional. The results showed that the elderly residents in residential structures managed by a gerontologist have better quality of life in the ambient dimension (p=<0,001; M=94,32) and a higher satisfaction degree in all dimensions (p=<0,001; M general satisfaction degree=89,74), compared to elderly residents in residential structures managed by another professional. Thereby, the gerontologist's work as a manager in residential structures for seniors influences positively the quality of life (mainly in the ambient dimension) and the satisfaction degree of elderly.pt
dc.language.isoporpt
dc.rightsopenAccesspt
dc.subjectEstruturas residênciais para idosospt
dc.subjectSatisfação do clientept
dc.subjectQualidade de vidapt
dc.subjectGestor de saúdept
dc.subjectServiços de saúdept
dc.titleO gerontólogo como gestor em estruturas residenciais para idosos: estudo comparativopt
dc.typemasterThesispt
dc.subject.udc005.9(043)pt
dc.subject.udc614.2(043)pt
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_arsfalcão.pdf2,47 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.