Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/6337
Título: Management soft skills: o caso de um plano de desenvolvimento individual
Autor: Torre, Fernando Freitas da
Orientador: Teixeira, Mário Sérgio
Palavras-chave: Gestão
Aspetos psicológicos
Autoconhecimento
Inteligência emocional
Habilidade executiva
Competências transversais
Atividade profissional
Data: 2-Ago-2016
Resumo: Vivemos momentos de transição. Transição de uma Era dominada pelo Conhecimento para uma Era dominada pela Concepção. No entanto, as nossas empresas, instituições, escolas e organizações em geral continuam a ser geridas e lideradas como se vivêssemos só e apenas na Era do Conhecimento. A noção que as “hard skills” ou competências técnicas e o conhecimento em geral já não são, por si só, suficientes para a obtenção do sucesso que todos ambicionam, será uma das razões para a procura crescente de ações de formação nas áreas comportamentais. Proliferam cursos de Coaching, Inteligência Emocional, Liderança, Gestão de Tempo, Negociação, Comunicação, etc… Por outro lado, entendemos que estas ações de formação são trabalhadas, maioritariamente, como se de “hard skills” se tratassem. Como veremos ao longo deste Relatório de Atividade Profissional, as “soft skills” só se tornam verdadeiras competências quando aplicadas contínua e consistentemente até se tornarem “competências inconscientes”. E, para que tal aconteça, deveremos começar por desenvolver os seus alicerces, que denominamos como DNA das “soft skills”. Para além do seu objetivo prático subjacente, este Relatório visa abrir perspetivas para o entendimento destas competências e da necessidade de trabalhar o autoconhecimento como ponto de partida de uma jornada infindável, mas extremamente emocionante, motivadora e inspiradora. O Estudo de Caso vem demonstrar que o investimento no autoconhecimento é tão ou mais importante que o conhecimento teórico dos vários temas e conceitos subjacentes às várias “soft skills”. O conjunto de testes realizados, quer os denominados “DNA”, quer os de autoavaliação das “soft skills”, permitiram uma reflexão conclusiva que serviu de base à elaboração de um Plano de Desenvolvimento Individual. As atividades nele plasmadas visam atingir determinados objetivos estratégicos, os quais consideramos como prioritários para a obtenção de melhores resultados, não só no que respeita ao domínio das várias “soft skills”, mas também quanto ao nosso papel de gestor, formador, consultor, docente e coach. É nossa convicção que o Modelo EMPATHIC que propomos poderá servir de “guia” a todos aqueles que queiram estabelecer um Plano de Desenvolvimento Individual. Estamos igualmente convictos que os seus contributos apoiarão a criação de novas e enriquecidas versões, incorporando os resultados obtidos com a sua aplicação.
We live in times of transition. Transition from an Era dominated by knowledge to an Era dominated by Conception However, our companies, institutions, schools and organizations in general continue to be managed and led like we are living in the Era of Knowledge alone. The notion that the "hard skills" or technical skills and knowledge in general are not sufficient by themselves to achieve the success we all aspire, is one of the reasons for the growing demand for training actions in behavioral areas. Training activities of coaching, emotional intelligence, leadership, time management, negotiation, communication, etc. are widely spread. On the other hand, we understand that these training activities are worked, mostly, as if "hard skills". As we will see throughout this Report of Professional Activity, "soft skills" only become real competences when applied continuously and consistently until they become "unconscious competence". For this to happen, we should start by developing its foundations, we call it - "soft skills" DNA. Beyond its practical purpose, this report aims to open perspectives for the understanding of these skills and the need to work the self-knowledge as the starting point of an endless, but extremely exciting, motivating and inspiring journey. The case study shows that investment in self-knowledge is as much or even more important than the theoretical knowledge of the various themes and concepts underlying the various "soft skills". The set of performed tests, whether the so-called "DNA" or the self-evaluation "soft skills", allowed a concluding reflection which formed the basis for the preparation of an Individual development plan. The prescribed activities aim to achieve certain strategic objectives, which we consider as priorities for achieving better results, not only with regard to the various "soft skills", but also about our role as a manager, trainer, consultant, teacher and coach. It is our strong belief that the EMPATHIC Model can serve as a "Guide" to all those who want to establish an Individual Development Plan. We are also convinced that their contributions will support the creation of new and enriched versions, incorporating the results achieved in its implementation.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Gestão Empresarial
URI: http://hdl.handle.net/10348/6337
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:TD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
msc_fftorre.pdf4,6 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.