Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/6443
Title: Efeito crônico de série simples e múltiplas no desempenho da força e flexibilidade em indivíduos destreinados após 36 sessões de treinamento
Authors: Sousa, Leonardo Lopes de
Advisor: Miranda, Humberto Lameira
Alves, José Manuel Maio Vilaça
Keywords: Treino de força
Série simples
Séries múltiplas
Issue Date: 22-Sep-2016
Abstract: O Treinamento de Força (TF) apresenta variáveis que tem como principal objetivo a manipulação e o controle para determinação da eficiência de trabalho realizado. O objetivo do presente estudo foi comparar o número de séries nos ganhos da força e flexibilidade em indivíduos destreinados após 36 sessões de treinamento. Vinte e quatro indivíduos (n=24), do sexo masculino (média de idade Grupo Controle (GC) 25,75 ± 4,13; Grupo Série Simples (GSS) 28,00 ± 3,46; Grupo Séries Múltiplas (GSM) 25,88 ± 3,87); destreinados participaram deste estudo e foram subdivididos entre os 3 grupos do estudo. Os grupos de treinamento participaram de três sessões de treinamento por semana, respeitando um intervalo de 72 horas entre elas nos seguintes exercícios: pressão de pernas 45º, supino reto smith machine, cadeira extensora, puxada aberta no pulley alto, mesa flexora, desenvolvimento smith machine e abdominal na máquina. O grupo com série simples (GSS - 1S) realizou 1 série em todos os exercícios até a exaustão para o intervalo de 10 a 12 repetições; o grupo de séries múltiplas realizou 3 ou 4 séries (GSM - 4S) até a exaustão para o intervalo de 10 a 12 repetições, além do grupo controle (GC), que não executou nenhum tipo de exercício. Foi observado um aumento, significativo (p<0.005), entre os momentos pré e pós intervenção, nos testes 1RM e 10 RM nos grupos GSS e GSM. No grupo GC não foram observadas alterações significativas, contudo, o único grupo que apresentou valores significativamente superiores no pós teste em relação ao GC foi o GSM, nos testes de 1RM no supino reto e na pressão de pernas e no de 10 RM no supino reto. Foi observado uma diminuição significativa (p<0,05), entre os momentos pré e pós no teste de flexibilidade flexão de ombro em todos os grupos e no extensão de tronco no grupo GSM. Nos grupos GSS e GSM foram observadas melhorias, significativas (p<0,05), nos testes adução de ombro, flexão de cotovelo, extensão de joelho, flexão de joelho e flexão de tronco. Nos testes extensão de ombro e abdução de ombro somente o GSM apresentou melhorias, significativas (p<0,05), e no teste flexão quadril com joelho fletido o GSS. Entretanto, somente no teste flexão de joelho e no GSS é que foi observado valores de flexibilidade, significativamente (p<0,05) superiores ao GC. Conclui-se, portanto, que série simples e séries múltiplas em exercícios realizados até a falha concêntrica promovem melhoras de força e flexibilidade em indivíduos destreinados.
The strength training (ST) variables that aims to manipulation and control to determine the performed work efficiency. The aim this research was compares series number increase strength and flexible in subjects non-training strength after 36 sessions with strength training. Twenty four subjects male with mean age the Control Group (GC), Single Series Group (GSS), Multiple Series Group (GSM), all subjects of the participating groups were non-training with strength training and were divided with three groups. The subjects were tested in the pre- and post-training periods after 12 weeks (48 sessions) for 1 and 10 repetitions maximum (RM) in bench press (BP) and 45º leg press (LP). All groups were training three times on week, rest the 72 hours between the sessions. The exercises used in the sessions were leg press 45º, bench press in smith machine, leg extension, leg curl, pull down, shoulder in smith machine and machine abdominal. The Single Series Group had training one series all exercises with 10 or 12 repetitions for exercises, and multiple series group had training about 3 or 4 series with the 10 or 12 repetitions for exercises, but control group don´t training. The results this research there was increase purposeful between in pre-training and post-training in test 1 and 10 RM on groups GSS and GSM, however on GC don´t have difference purposeful between pre-training and post-training. Moreover the group SMG bring forward increase purposeful relative with GC on the post-test 1 and 10Rm on test SU and in test 1 RM on LP. Was detected decrease purposeful between pre-training and post-training on flexible tests shoulder flexion in all groups’ research On the groups GSM and GSS were increase detected purposeful in the tests shoulder adduction, elbow flexion, knee extension, knee flexion and trunk flexion, but in the test shoulder extension and shoulder abduction only increase purposeful were the GSM. However the GSS were the lodge increase purposeful in test hip flexion knee flexed e knee flexion in compared with GC. This way the training with series single and multiples series in the exercises work to this research promote increase purposeful in the force and flexible on the subject’s non-training.
Description: Dissertação de Mestrado em Ciências do Desporto, Especialização em Avaliação e Prescrição na Atividade Física
URI: http://hdl.handle.net/10348/6443
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_llsousa.pdf2,89 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.