Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/6506
Title: Estudo das afluências a uma ETAR. Caso de estudo da ETAR de Folhadela
Authors: Vieira, Carlos Alberto da Costa
Advisor: Bentes, Isabel Maria Assunção da Marta Oliveira
Coutinho, Ana Cristina Ribeiro Matos
Keywords: Tratamento de água residual
Precipitação atmosférica
Águas pluviais
Infiltração das águas do solo
Registo do caudal
Issue Date: 28-Sep-2016
Abstract: A afluência indevida de águas de infiltração e pluviais às redes de drenagem de águas residuais e consequentemente às Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) constitui um problema com crescente importância nos últimos anos dado os efeitos que provoca nas infraestruturas, nomeadamente o seu desgaste, e no ambiente, nomeadamente descargas de caudais não tratados no meio recetor. Estes caudais indevidos comprometem o bom funcionamento das redes e das ETAR’s e aumentam os encargos financeiros das entidades responsáveis pela exploração dos sistemas. Neste trabalho procedeu-se à monitorização e registo do caudal afluente à ETAR de Folhadela em Vila Real, durante um ano (desde Maio de 2014 até Maio de 2015 com exceção de Julho, Agosto e Dezembro de 2014) de forma a quantificar a afluência de águas de outras origens que não a residual doméstica à rede de drenagem. Desta forma, procedeu-se à quantificação dos diversos componentes do caudal registado, nomeadamente a infiltração das águas do solo e a afluência de águas pluviais através da comparação dos registos de caudal com os dados pluviométricos da região. O volume de escoamento das águas pluviais afluente à ETAR foi ainda dividido em duas parcelas, a afluência direta e indireta das águas pluviais. Com a realização deste estudo foi possível perceber o impacto que as águas de infiltração e de afluência da chuva têm na rede de drenagem e na estação de tratamento das águas residuais domésticas, uma vez que foi possivel determinar que 47,81% do caudal total afluente à ETAR é consequência da infiltração das águas do solo, 26,17% corresponde ao caudal das águas pluviais afluentes e apenas 26,02% do caudal são águas residuais domésticas.
Groundwater (infiltration) and storm-water (inflow) entering the wastewater treatment plant (WWTP) is a problem that has increased in the past years because of the associated problems like infrastructures deterioration, environmental problems caused by untreated wastewater discharging on the receiving waters and the raise of financial charges on the entity responsible by the WWTP exploration. In this study was done the monitoring and recording of the flow entering the WWTP of Folhadela, Vila Real, during a year (between May 2015 to May 2015, with exception of July, August and December of 2014) on the attempt to understand the influence of infiltration of water, with a source different of the sanitary flow, on the wastewater network. This way we did the quantification of registered flow’s components namely infiltration and inflow by comparing the flow data with the storm data. The volume of inflow was separate in derived inflow and delayed inflow. With this study was possible to understand the impact that infiltration and inflow have in the wastewater network and in the WWTP because 47,81% of total flow was infiltration, 26,17% was inflow and just 26,02%.
Description: Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil
URI: http://hdl.handle.net/10348/6506
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_cacvieira.pdf2,48 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.