Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/6551
Title: Queratoconjuntivite infeciosa bovina
Authors: Dias, Maria João Pires Manso Alves
Advisor: Poeta, Patrícia Alexandra Dinis
Quaresma, Miguel Nuno Pinheiro
Keywords: Queratoconjuntivite infeciosa
Moraxella bovis
Diagnóstico
Terapêutica
Issue Date: 2015
Abstract: A Queratoconjuntivite Infeciosa Bovina (QIB) é a patologia ocular mais comum em bovinos a nível mundial. O agente responsável por esta infeção, referenciada pela primeira vez em 1889, é uma bactéria coco Gram-negativa denominada Moraxella bovis (M. bovis) com características patogénicas específicas, o que suscita cada vez mais interesse no seu estudo tendo em vista o desenvolvimento de novos e melhores protocolos de tratamento e prevenção. A incidência desta patologia ocular é mais elevada no Verão e no Outono tendo sido, precisamente nesses dois períodos, observada em muitas explorações da região do Alto Alentejo durante um estágio de 4 meses de duração, no ano de 2014. O impacto da Queratoconjuntivite Infeciosa Bovina na produção leiteira e de carne é de grande importância económica, pois há uma diminuição do peso dos animais ao desmame, as vacas aleitantes produzem menos leite devido à dor provocada pela irritação ocular, aumentam os custos de tratamento médico-veterinário dos animais afetados e o seu valor no mercado diminui, pela desfiguração provocada pela infeção conjuntamente com cegueira, por vezes associada. O principal objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão bibliográfica aprofundada sobre o tema e comparar com o observado no trabalho de campo durante o estágio, principalmente no que concerne ao diagnóstico e tratamento. Foram recolhidas amostras para o isolamento da bactéria tendo como objetivo a instituição de um tratamento eficaz. Os erros de maneio que propiciavam o aparecimento e desenvolvimento da bactéria foram alvo de particular análise. O resultado das amostras das secreções da conjuntiva ocular efetuadas na exploração com maior prevalência da doença, foi positivo para M. bovis. As principais falhas observadas no maneio dos animais foram a ausência de dispositivos de controlo de vetores da bactéria e erros relacionados com as infra-estruturas da exploração tendo em conta o efetivo.
The infectious bovine keratoconjunctivitis (IBK) is the most common eye disease in cattle worldwide. The agent responsible for this infection, referenced in 1889 for the first time, is a Gram-negative coccobacilli bacterium called Moraxella bovis (M. bovis) with specific pathogenic features, which raises a special interest in its study with the objective of developing new and better protocols for treatment and prevention. The incidence of ocular pathology is higher in summer and in autumn and, precisely during these two periods, it was observed in many farms of the Alto Alentejo region during a 4-month-long externship in 2014. The impact of infectious bovine keratoconjunctivitis in milk and meat production is of great economic importance, as there is a decreased animals weight at weaning, the suckler cows produce less milk due to the pain caused by eye irritation, increased veterinary medical treatment costs of affected animals and a decreased market value of this animals due to the disfigurement caused by the infection and to the blindness sometimes associated. The main objective of this study was to conduct a review of the literature on the topic and compare the observed field work, especially regarding the diagnosis and the treatment. Samples were collected for bacteria isolation with the objective of establishing an effective treatment. The management errors that gave rise to the appearance and development of the bacteria were subject to particular analysis The results from the swabs collected from the ocular conjuntiva in the farm with the highest prevalence of this disease were positive for M. bovis. The main flaws observed in the animal handling were the absence of devices to control the bacteria vectors and errors related to the exploitation infrastructure, taking into account the animal population.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10348/6551
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_mjpmadias.pdf
  Restricted Access
1,45 MBAdobe PDFView/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.