Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/6605
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorJORGE, Nuno-
dc.contributor.authorVILELA, Alice-
dc.contributor.authorBRAGA, António-
dc.contributor.authorM. NUNES, Fernando-
dc.contributor.authorCOSME, Fernanda-
dc.date.accessioned2016-10-11T11:22:37Z-
dc.date.available2016-10-11T11:22:37Z-
dc.date.issued2016-10-11-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10348/6605-
dc.description.abstractA estabilização tartárica pelo frio é a operação unitária mais frequente em enologia para estabilizar tartaricamente os vinhos. No entanto, esta é uma operação lenta e dispendiosa. A electrodiálise é um processo que pode também estabilizar o vinho quanto à instabilidade tartárica. Assim, o objectivo deste trabalho foi comparar o método de estabilização tartárica pelo frio com o método de electrod iálise, num Vinho do Porto Ruby reserva, quanto à eficiência da estabilização, composição fenólica e características sensoriais. Os resultados mostraram que os vinhos tratados pelo método de estabilização tartárica pelo frio tiveram uma diminuição significativa na intensidade da cor, antocianinas totais, pigmentos poliméricos e totais, compostos fenólicos totais e flavonóides. A análise sensorial mostrou que os vinhos tratados pelo método de electrodiálises foram mais pontuados nos descritores da limpidez, da intensidade da cor, persistência, equilíbrio, intensidade de sabor, qualidade aromática e intensidade. Este estudo fornece informação que poderá ser usado para seleccionar um método alternativo à estabilização tartárica pelo frio.pt
dc.description.sponsorshipCQ-VRpt
dc.language.isoporpt
dc.rightsclosedAccesspt
dc.subjectRegião Demarcada do Douropt
dc.subjectvinho do Porto Ruby Reservapt
dc.subjectestabilização tartáricapt
dc.subjectelectrodiálisept
dc.subjectperfil fenólicopt
dc.subjectperfil sensorial.pt
dc.titleEstabilização tartárica de um vinho do Porto Ruby Reserva por electrodiálise: Processo alternativo à estabilização tartárica pelo friopt
dc.typeconferenceObjectpt
degois.publication.firstPage223pt
degois.publication.issuevol.1pt
degois.publication.lastPage230pt
degois.publication.locationÉvora, Portugalpt
degois.publication.titleActas 10.º Simpósio de Vitivinicultura do Alentejo, vol.1, 223 – 230.pt
degois.publication.volumevol.1, 223 – 230.pt
dc.peerreviewedyespt
dc.date.embargolift2016-05-06-
Appears in Collections:DEBA - Artigo de Conferência em Revista Científica Indexada

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LIVRO DE ACTAS VOLUME 1.pdfLivro de atas19,57 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Nuno final (1).pdf
  Restricted Access
Poster313 kBAdobe PDFView/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.