Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/6632
Título: Competências cognitivas gerais e independência funcional em adultos dos 60 aos 75 anos de idade: efeito de um programa de psicomotricidade
Autor: Silva, Patrícia Andreia Teixeira
Orientador: Afonso, Carla Sandra Carneiro
Moreira, Maria Helena Rodrigues
Palavras-chave: Gerontologia
Psicomotricidade
Competências cognitivas
Capacidade funcional
Data: 17-Out-2016
Resumo: O envelhecimento causa alterações na velocidade de processamento das informações propiciando um tempo mais elevado para processar dados como ler, compreender e memorizar, sendo que muitas das mudanças ocorrem a nível das habilidades psicomotoras. Mesmo assim, os idosos querem continuar a ter força, resistência, flexibilidade e mobilidade para continuarem ativos e independentes. Desta forma, o objetivo deste estudo é verificar a influência de um programa de intervenção psicomotora nas competências cognitivas gerais e na independência funcional, em adultos dos 60 aos 75 anos de idade. A amostra foi constituída por 45 indivíduos , sendo 13 do sexo masculino e 32 do sexo feminino. Todos os indivíduos foram sujeitos a uma avaliação pré e pós teste através do Indice de Independência nas Actividades da Vida Diária de Katz ( ADL) e a escala de Avaliação de Demência 2 (DRS-2). Desta amostra 14 indivíduos fizeram parte do grupo experimental e 31 fizeram parte do grupo de controlo. Este último grupo foi sujeito a um programa de intervenção psicomotora, durante seis meses. Para o tratamento dos dados foi usado o programa SPSS, versão 22, sendo considerado um grau de significância estatística de 5%. Os resultados da capacidade funcional demonstram que não houve alterações em ambos os grupos. Em relação aos dados das competências cognitivas verificou-se uma evolução positiva no grupo experimental e uma evolução negativa no grupo de controlo. Desta forma podemos concluir que o programa de intervenção psicomotora influenciou de forma positiva as competências cognitivas dos participantes do grupo experimental.
Aging causes changes in information processing speed providing a higher time to process data as read, understand and memorize, and many of the changes occurring at the level of psychomotor skills. Yet the elderly are to remain strength, endurance, flexibility and mobility to remain active and independent. Therefore, the objective of this study is to investigate the influence of a psychomotor intervention program in general cognitive and functional independence in the elderly from 60 to 75 years of age. The sample consisted of 45 elderly, 13 males and 32 females. All subjects were subjected to a pre and post test through Independence Index in Activities of Daily Living Katz (ADL) and the Dementia 2 Assessment Scale (DRS 2). Of these 14 subjects that formed the experimental group and 31 were part of the control group. The latter group was subject to a psychomotor intervention program for six months. For the treatment of the data was used the program SPSS version 22, is considered a level of statistical significance of 5%. The results demonstrate that the functional capacity does there isn`t changes in both groups. Regarding cognitive competencies data there was a positive development in the experimental group and a negative trend in the control group. Thus we can conclude that the psychomotor intervention program positively influenced the cognitive competencies in the elderly in the experimental group.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Gerontologia: Atividade Física e Saúde do Idoso
URI: http://hdl.handle.net/10348/6632
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:TD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
msc_patsilva.pdf4 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.