Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/6847
Title: Influencia das aulas de educação física no desenvolvimento da flexibilidade
Authors: Araújo, Hugo Daniel Peixoto
Advisor: Aranha, Ágata Cristina Marques
Keywords: Educação física
Flexibilidade
Estágios pedagógicos
Issue Date: 2014
Abstract: O Estágio Pedagógico é um passo importante e marcante no processo de formação, porque é a passagem do estatuto de aluno para professor, permitindo que nos possamos tornar profissionais neste âmbito e, assim, podermos continuar a aprender e a evoluir. Este Estágio promove várias tarefas que vão proporcionar uma organização e estruturação contínuas, referente ao processo de ensino-aprendizagem, promovendo nos estagiários uma necessidade de consciencialização de que é necessário uma constante adequação na adaptação aos alunos para que se possa intervir de forma individualizada para com os mesmos. A Escola, mais que nunca, deve constituir-se como um contexto privilegiado de intervenção na Saúde Pública, de forma a prevenir a cada vez maior taxa de sedentarismo dos jovens portugueses. Níveis moderados e elevados de Aptidão Física (AF) representam uma mais-valia inquestionável na qualidade de vida das crianças e jovens. O presente estudo pretende assim "radiografar" qual é a influência que as aulas de Educação Física terão no desenvolvimento da capacidade motora Flexibilidade. A amostra foi composta por 20 alunos do agrupamento de Escolas de Tarouca no ano letivo 2012/2013 com idades compreendidas entre os 12 e 15 anos, dos quais 8 são do sexo feminino e 12 do sexo masculino. Através da análise dos resultados, verificamos que, na generalidade, houve manutenção ou pioraram neste item entre o pós-teste e o pré- teste. Conclui-se que por si só as aulas de Educação Física não influenciam o desenvolvimento da flexibilidade e que qualquer melhoria pode ter a ver com fatores motivacionais e prática de outras atividades fora do contexto escolar.
The Teaching Internship is an important and significant step in the formation process, because it is the change of status from student to teacher, allowing us can become professionals in this field and, so we can continue to learn and evolve. His stage promotes various tasks that will provide a solid organization and continuous structure, concerning to the teaching-learning process, promoting in the trainees a need of awareness that a constant adjustment is needed adaptation to the students so that they can intervene individually towards them. The school, more than ever, must constitute itself as a privileged context for intervention in public health, in order to prevent the growing rate of sedentary young Portuguese. Moderate and high levels of Physical Fitness (AF) represent a unquestionable quality gain of life of children and youth. This study thus aims to "x-ray" and what influence that physical education classes will be in the development of motor skills Flexibility. The sample consisted of 20 students by grouping schools Tarouca in the school year 2012/2013 aged 12 and 15 years, of which 8 are female and 12 male. We conclude that by itself the Physical Education classes do not influence the development of flexible and that any improvement may have to do with the practice of motivational factors and other activities outside the school environment.
Description: Dissertação de Mestrado em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário
URI: http://hdl.handle.net/10348/6847
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc-hdparaujo.pdf
  Restricted Access
817,72 kBAdobe PDFView/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.