Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/711
Título: Neoplasias da Cavidade Oral do Cão: Estudo Retrospectivo de 14 Anos
Autor: Requicha, João Filipe Martins Freire
Orientador: Viegas, Carlos Alberto Antunes
Pires, Maria dos Anjos
Data: 2010
Resumo: As lesões proliferativas da cavidade oral são relativamente frequentes em carnívoros domésticos, mas, felizmente, muitas dessas lesões são benignas. A cavidade oral é a sede de 6% de todos os tumores no cão, sendo a quinta localização para o aparecimento de neoplasias nesta espécie animal. Como a natureza exacta de qualquer lesão só pode ser determinada pelo exame histopatológico, a obtenção de uma biópsia é fundamental para o diagnóstico de todas as lesões proliferativas. No Laboratório de Anatomia e Histopatologia da UTAD, realizámos um estudo retrospectivo dos animais com tumores da cavidade oral, no período compreendido entre 1 de Janeiro de 1995 e 31 de Março de 2009, considerando variáveis como o comportamento biológico, o sexo, a idade e a raça. Num total de 161 análises realizadas a neoplasias da cavidade oral, observámos 104 neoplasias benignas (64,6%) e 57 neoplasias malignas (35,4%). De entre os 104 tumores benignos, observaram-se 96 epúlides (92,2%) [57 epúlides fibromatosas (59,4%); 28 epúlides ossificantes (29,1%); 10 epúlides acantomatosas (10,4%) e 1 epúlide de células gigantes (1%)], 5 papilomas (4,8%), 2 fibromas (2%) e 1 ameloblastoma (1%). No conjunto das 57 neoplasias malignas, registaram-se 26 melanomas (45,5%) [19 pigmentados (73,1%) e 7 amelânicos (26,9%)], 19 fibrossarcomas (33,3%), 7 carcinomas espinocelulares (12,3%), 3 linfomas (5,3%), 1 histiocitoma (1,8%) e 1 mastocitoma indiferenciado (1,8%). Após a avaliação estatística dos nossos dados, e tendo descontado as análises em que não houve informação, podemos afirmar que as lesões neoplásicas tiveram maior incidência no sexo masculino (99 casos, 61,5%) do que no sexo feminino (56 casos, 34,8%) e maior incidência aos 6 anos de idade (25 casos, 15,5%). Os tumores benignos foram reportados em maior número na classe etária entre os 2 e os 8 anos de idade; já os malignos foram-no nos animais com idade superior a 8 anos. Quanto à raça, as mais afectadas foram os Boxers (47 casos, 29,2%), os cães sem raça definida (44 casos, 27,3%), os Caniches (9 casos, 5,6%) e os Cocker Spaniel (8 casos, 5%), de um total de 23 raças puras diferentes.
Oral proliferative lesions are relatively common in domestic carnivores but, fortunately, a lot of these lesions are benign. The oral cavity is place of 6% of all tumours in dogs, being the sixth most important localization of neoplasias in this specie. As the exact nature of any lesion can only be determined by histopathological examination, taking a biopsy is mandatory to achieve diagnosis of all proliferative lesions. At the UTAD Histopathology Laboratory, we performed a retrospective study of the animals with oral cavity tumours, in the period from 1 January of 1995 until 31 March of 2008, considering variables such as biological behaviour, gender, age and breed. From 161 oral tumours on dogs oral, we reported 104 benign neoplasias (64,5%) and 57 malignant neoplasias (35,4%). Among 104 benign tumours, we observed 96 epulides (92,2%) [57 fibromatous epulides (59,4%); 28 ossifying epulides (29,1%); 10 acanthomatous epulides (10,4%) e 1 giant cells epulis (1%)], 5 papilomas (4,8%), 2 fibromas (2%) e 1 ameloblastoma (1%). Within the 57 malignant neoplasias, we reported 26 melanomas (45,5%) [19 pigmented (73,1%) e 7 amelanotic (26,9%)], 19 fibrosarcomas (33,3%), 7 squamous cell carcinomas (12,3%), 3 lymphomas (5,3%), 1 histiocitoma (1,8%) e 1 undifferentiated mastocitoma (1,8%). After the statistic evaluation of our data, discarding the analyses without information, we can affirm that the neoplastic lesions had more incidence in males (99 cases, 61,5%) than in females (56 cases, 34,8%) and had more incidence in the 6-years-old animals (25 cases, 15,5%). The benign tumours were higher reported between the 2 and 8 years of age, whereas the malignant were in the dogs with more than 8 years of age. Regarding the breed, the most affected ones were Boxers (47 cases, 29,2%), mongrels (44 cases, 27,3%), Poodles (9 cases, 5,6%) and Cocker Spaniel (8 cases, 5%), among 23 different pure breeds.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10348/711
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:OLD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MsC_jfmfrequicha.pdf2,31 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.