Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/7198
Title: O relacionamento entre supermercados e fornecedores de produtos alimentares no Estado de Minas Gerais
Authors: Souza, Érika Márcia de
Advisor: Rainho, Maria José de Matos
Azevedo, Susana Maria Palavra Garrido
Keywords: Logística empresarial
Estado de Minas Gerais (Brasil)
Gestão da cadeia de abastecimento
Issue Date: 2016
Abstract: Esta investigação integra-se na temática dos relacionamentos varejista-fornecedor da Cadeia de Abastecimento (CA) e pretende definir e validar um modelo teórico que explique a importância dos relacionamentos e da cooperação/colaboração no desempenho financeiro e na satisfação econômica da CA Alimentar em Minas Gerais -Brasil. Um modelo teórico foi proposto para analisar o efeito das práticas de relacionamento (confiança, compromisso, dependência, poder coercitivo e poder não coercitivo) na cooperação e qual o impacto de tais práticas e da cooperação no desempenho financeiro e na satisfação econômica do varejista. Em consequência, são operacionalizados oito construtos ou variáveis latentes: confiança, compromisso, dependência, poder coercitivo, poder não coercitivo, cooperação, desempenho financeiro e satisfação econômica. Esse modelo foi traduzido em cinco hipóteses, que no seu conjunto permitem o estudo das relações estudadas. O modelo foi validado através de um questionário construído para o efeito aplicado a uma amostra de 351 empresas varejistas do setor de alimentos de Minas Gerais. Numa primeira fase é analisada a validade dos construtos propostos e, numa segunda fase, é estimado o modelo teórico proposto através da análise de equações estruturais. Os resultados indicaram que o desempenho financeiro e a satisfação económica estão positivamente relacionados com a cooperação entre varejista-fornecedor. Os resultados também indicaram um efeito negativo significativo entre poder (coercitivo e não coercitivo) e o desempenho financeiro, apesar da relação positiva significativa entre o poder não coercitivo e a cooperação.
This research is part of the theme retailer-supplier supply chain relationships (SC) and intends to define and validate a theoretical model that explains the importance of relationships and cooperation/collaboration in the financial performance and economic satisfaction of the Food SC in Minas Gerais - Brazil. A theoretical model was proposed to analyze the effect of the relationship practices (trust, commitment, dependency, coercive power, non-coercive power) on cooperation and the impact of such practices and cooperation in the retailer financial performance and economic satisfaction. Consequently, eight constructs are operationalized: trust, commitment, dependency, coercive power, non-coercive power, cooperation, financial performance and economic satisfaction. This model was translated into five hypotheses, which together allow the study of the relationships studied. The model was validated by a questionnaire applied to a sample of 351 food retail companies from Minas Gerais. In the first phase the validity of the proposed constructs was analyzed, and in a second stage, the theoretical model proposed was validated by the structural equation modeling. The findings indicate that financial performance and economic satisfaction are positively related to retailer-supplier cooperation. The results also indicate a significant negative effect of power (coercive and non-coercive) and financial performance, despite the significant positive relationship between non-coercive power and cooperation.
Description: Tese de Doutoramento em Gestão
URI: http://hdl.handle.net/10348/7198
Document Type: Doctoral Thesis
Appears in Collections:TD - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
phd_emsouza.pdf10,75 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.