Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/7276
Título: A influência do tempo de institucionalização no desenvolvimento motor e intelectual de crianças dos 11 aos 14 anos: proposta de um programa de intervenção psicomotora
Autor: Roque, Joana Patrícia Duarte
Orientador: Afonso, Carla Sandra Carneiro
Coelho, Eduarda Maria Rocha Teles de Castro
Palavras-chave: Crianças
Desenvolvimento motor
Desenvolvimento intelectual
Tempo em instituição
Programa de intervenção psicomotora
Data: 7-Fev-2017
Resumo: O desenvolvimento infantil é um processo de mudanças relacionado com a idade e influenciado pelo ambiente em que a criança vive. É essencial que a criança tenha um desenvolvimento rico em experiências e estímulos, quer motores quer afetivos, sendo assim a família um dos seus principais potenciadores. Na ausência de condições adequadas proporcionadas pela família, por vezes a institucionalização poderá ser uma das opções. Partindo do exposto, o objetivo deste estudo, de delineamento transversal, foi verificar a influência do tempo de institucionalização no desenvolvimento motor e cognitivo de crianças, bem como apresentar uma proposta de um programa de intervenção. A amostra foi constituída por 14 crianças com idades compreendidas entre os 11 e os 14 anos, de duas instituições do distrito de Vila Real. Foram utilizados os seguintes instrumentos avaliativos: as Matrizes Progressivas Coloridas de Raven (MPCR) para o desenvolvimento cognitivo e a Bateria Psicomotora de Vítor da Fonseca (BPM) para o desenvolvimento psicomotor. Os resultados deste estudo indicam que relativamente à BPM foi aferido um resultado médio para o perfil psicomotor de 3.86 (±0.53), no qual corresponde a um tipo de perfil psicomotor Bom. Em relação ao desenvolvimento intelectual, aferimos que o resultado médio em geral se classifica um pouco acima da média, 2.43 (±.1.45), para o total da amostra. Pudemos ainda verificar que tanto a idade cronológica como o tempo em instituição não obtiveram resultados significativos com os instrumentos avaliativos. Em conclusão, pudemos verificar que o desenvolvimento psicomotor das crianças foi caracterizado no geral como sendo bom, no qual a sua área mais forte foi a praxia fina e a mais fraca a estruturação espácio-temporal. O desenvolvimento intelectual foi atribuído como estando acima da média; e que o tempo de institucionalização não influenciou o perfil psicomotor e a capacidade intelectual das crianças. Existem alguns fatores a considerar na análise destas conclusões de que o desenvolvimento das crianças não tenha sido afetado, independentemente, destas permanecerem em âmbito institucional. Pensamos assim que os fatores a observar seriam a média do tempo de institucionalização destas crianças, pois este ainda não era muito elevado; que provavelmente estas instituições se apresentem como sendo uma das melhores alternativas para estas crianças, colmatando todas as suas necessidades. Outro aspeto poderá ser ainda a presença do fator resiliência nestas crianças, conseguindo estas organizarem-se e apresentando um desenvolvimento adequado.
The infant development is a process of changes related with the age and it’s influenced by the ambient that the children lives. It’s essential that the children have a rich development in experiences and stimulus, motors and affective ones, because the family is one of the main enhancers. In the absence of proper conditions proposed by the family, sometimes the institutionalization could be one of the options. From the foregoing, the purpose of this study, of transversal delineation, was verify the influence of the institutionalized time in the motor and intellectual development of children, and propose a psychomotor intervention program. The sample consisted in fourteen children, with ages between the eleven and fourteen years old, from two institutions in the district of Vila Real. The evaluation tools that were used were the Fonseca’s Psychomotor Battery (BPM) for the psychomotor development, and the Raven’s Coloured Progressives Matrices (MPCR) for the intellectual development. The results of this study indicates that for BPM, the media result for the psychomotor development was 3.86 (±0.53), and that corresponds to a good psychomotor development. In the intellectual development we verify, for all the sample, a general result that is classified above the media, 2.43 (±.1.45). We also checked for the chronologic age and the institutionalized time, that no significant effect was demonstrated. In conclusion, we could verify that the psychomotor development of the children was, in general, described has being good, witch the strongest area was the fine praxis and the weakest the time space structuring. The intellectual development was seen has being above the media; and the institutionalized time doesn’t influence the psychomotor development and the intellectual capacity of the children. There are some factors to pay attention in the analysis of this conclusions, that the children development wasn’t affected, regardless, the children remains institutionalized. We thought that the factors to observe were the media of the institutionalized time of the children, because this time wasn’t very high. That probably these institutions present themselves as one of the best alternatives for this children, because they provide them all that’s necessary. Another aspect still may be the presence of resilience in children, so they can get themselves organized and presenting a proper development.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Educação Física, Especialização em Desenvolvimento da Criança
URI: http://hdl.handle.net/10348/7276
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:TD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
msc_jpdroque.pdf758,49 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.