Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/7335
Title: Reconhecimento de expressões faciais como forma de interação entre o computador e pessoas com deficiência
Authors: Matos, Andreia Joana Venâncio de
Advisor: Couto, Pedro Alexandre Mogadouro do
Filipe, Vítor Manuel de Jesus
Keywords: Acessibilidades
Pessoas com deficiência física
Interação homem-máquina
Reconhecimento de expressões faciais
Issue Date: 21-Feb-2017
Abstract: A tecnologia evolui a cada dia que passa e como esta pode ser utilizada em atividades da vida diária convém que a interação seja fácil e intuitiva. No entanto, nem sempre a tecnologia está ao alcance de todos devido a fatores como a falta de acessibilidade, dependência de terceiros e custos monetários. Existem diferentes tipos de interações homem-computador com o objetivo de tornar a tecnologia acessível, mesmo para as pessoas com algum tipo de limitação física. Existem já alguns trabalhos feitos nesta área, mas poucos abordam a questão da deficiência e o quão complicado é para as pessoas com algum tipo de deficiência interagirem com o computador. Nesta dissertação é proposto um sistema automático de reconhecimento de expressões faciais que possibilita a interação com o computador, a pessoas sem qualquer tipo de mobilidade. O reconhecimento é efetuado através do processamento das imagens adquiridas da face do utilizador, usando um algoritmo composto por três etapas: deteção da face, extração de características (boca e olhos) e classificação da expressão. Com base no algoritmo foi construído um protótipo, que depois de treinado é capaz de reconhecer as expressões faciais de uma pessoa com uma doença neuromuscular degenerativa. O sistema de reconhecimento foi testado por esta pessoa e por cinco utilizadores sem qualquer tipo de deficiência para obter uma avaliação geral. Em ambos os casos obtiveram-se taxas de reconhecimento próximas dos 100%. Os resultados obtidos comprovam que o reconhecimento automático de expressões faciais pode ser um tipo de interação fácil e intuitivo e pode quebrar barreiras para pessoas com mobilidade reduzida, permitindo-lhes interagir com o computador.
The technology is every day more present in our lives, therefore, it needs to be easy and intuitive to use. This interaction not always is available to all people for various reasons. These reasons depend on several factors such as: lack of accessibility, dependence on third parties and monetary costs. There are different types of human-computer interactions and in this particular case was used facial expression recognition. There are already some studies in this area, but few of them deal with the issue of disability and how complicated it is for people with disability to interact with the computer. It was constructed a prototype, trained for make recognition of two facial expressions of a person with a degenerative neuromuscular disease. The system of recognition was tested by this person and five users without any kind of disability to obtain a universal evaluation. In both of cases obtained recognition rates nearby of 100%. In this dissertation presents a facial expression recognition system. This will have as a future goal to allow that people without mobility can to interact with computer. Through the results obtained demonstrated that the facial expression recognition can be an easy and intuitive interaction type and can break down barriers for people with reduced mobility can interact with computer.
Description: Dissertação de Mestrado em Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade Humanas
URI: http://hdl.handle.net/10348/7335
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_ajvmatos.pdf1,09 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.