Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/7378
Título: Economia solidária como estratégia de desenvolvimento e combate à pobreza: uma análise da gestão pública do Estado do Amapá - Brasil
Autor: Santos, Kátia Paulino dos
Orientador: Gonçalves, Hermínia Júlia de Castro Fernandes
Carvalho, Maria Teresa Couceiro da Costa Sequeira e Sousa
Palavras-chave: Economia social
Estado do Amapá (Brasil)
Desenvolvimento regional
Estratégias do desenvolvimento
Políticas públicas
Economia solidária
Data: 3-Mar-2017
Resumo: A economia capitalista manifesta constantemente sintomas de seu processo de desestruturação, o que provoca inquietações em diversos cenários. No ambiente científico, massificam-se pesquisas e teorias voltadas à negação ou ratificação do paradigma imposto pela economia capitalista, a busca pelo lucro, o acirramento da competição e a necessidade da manutenção da tônica da exploração do homem pelo homem. Valores como a liberdade, a igualdade e a solidariedade distanciam-se cada vez mais do cotidiano dos grandes centros e de suas rotinas aceleradas, e a falta de tempo se impõe como regra que afasta cada vez mais a possibilidade de revisão de valores e a alteração dessa realidade impositiva. Alternativas econômicas que buscam o resgate de tais valores são frequentemente rotuladas de inviáveis, precárias, e, em certas perspectivas, utópicas. A economia solidária surge, neste sentido, como uma afronta à realidade decretada pelo capital, apresentando como princípios a autogestão (como mecanismo valorizador da liberdade), a igualdade entre os sócios, e a solidariedade. Neste estudo buscou-se evidenciar o contexto de surgimento e evolução da economia solidária, sendo que para tanto recorreu-se aos fundamentos e teorias apresentados por Mance (2000), Caeiro (2008), França Filho (2002), Lechat (2002), Laville (2000), Paul Singer (vários anos) entre outros. Buscou-se ainda compreender a dinâmica de funcionamento da economia solidária no Brasil, em especial, as políticas de fomento à dinamização do segmento traçadas pela Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES), tendo como foco principal compreender a economia solidária no Estado do Amapá, localizado no extremo norte do Brasil. Foram selecionados quatro empreendimentos para realização de estudos de caso, de forma a viabilizar análise mais particularizada. Como método de análise, utilizou-se a análise de custo-efetividade, no intuito de mensurar os principais avanços e desafios que se impõem ao segmento, e ainda os impactos das políticas de fomento à economia solidária para os empreendimentos delimitados. Este estudo identificou a necessidade de reestruturação nos formatos de gestão das políticas de fomento por partes dos órgãos governamentais, os quais deveriam funcionar de forma harmônica e articulada, mas ao contrário disso, atuam de forma isolada e sem comunicação efetiva entre si, prejudicando a qualidade e a quantidade dos serviços ofertados. Com relação aos impactos da economia solidária para os empreendimentos, a maioria das atividades investigadas alcançam retorno financeiro com o empreendimento, os quais poderiam ser substancialmente intensificados, caso houvesse a efetividade da política de fomento.
The capitalist economy constantly manifested symptoms of his breakdown process, which causes worries in diverse settings. In the scientific environment, massify up research and theories directed to denying or ratification of paradigm imposed by the capitalist economy, the profit motive, the increased competition and the need of the tonic maintenance for the exploitation of man by man. Values such as freedom, equality and solidarity It is distanced more and more everyday from big centers and their accelerated routines, and the lack of time is imposed as a rule that separates increasingly the possibility of revision of values and alteration this imposing reality. Economic alternatives that seek to rescue these values are often labeled inviable, poor, and in some perspectives, utopic. The solidarity economy comes in this sense as an affront to reality decreed by capital, presenting as self managing principles (such as adding value mechanism of freedom), the equality between partners, and solidarity. In this study we attempted to demonstrate the emergence of context and evolution of the social economy, for which it appealed to the fundamental and theories presented by Mance (2000), Caeiro (2008), França Filho (2002), Lechat (2002) Laville (2000), Paul Singer (several years) among others. It has also sought to understand the functional dynamics of solidarity economy in Brazil, especially fomental policies to segment dynamics traced by the National Solidarity Economy Secretariat (NASEC), by focusing primarily on understanding the solidarity economy in the state of Amapá, located in the extreme north of Brazil. We selected four projects to realization of case studies in order to offer more detailed analysis. As a method of analysis, we used the costeffectiveness analysis in order to measure the main advances and challenges that it faces the segment, and also the impact of encouraging policies to solidarity economy for defined projects. This study identified the need for restructuring in the formats management of encouraging policies for parts of government agencies, that should function in a harmonious and coordinated manner, but on the contrary, act in isolation and without effective communication with each other, damaging the quality and the amount of services offered. In relation to the impact of the solidarity economy for businesses, the most investigated activities reach financial return from the projectwhich could otherwise be substantially intensify if there were the effectiveness of development policy.
Descrição: Tese de Doutoramento em Gestão
URI: http://hdl.handle.net/10348/7378
Tipo de Documento: Tese de Doutoramento
Aparece nas colecções:TD - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
phd_kpsantos.pdf5,05 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.