Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/7460
Title: O conflito no Iraque e na Síria: a ameaça do Daesh: influência mediática em Portugal
Authors: Azevedo, Laura Daniela Esteves
Advisor: Aroso, Inês
Keywords: Jornalismo
Guerra
Opinião pública
Repórter de guerra
Daesh
Influência mediática
Mediatização dos conflitos
Issue Date: 2016
Abstract: Entende-se por jornalismo de guerra a técnica jornalística utilizada em cenários de guerra/conflito e por repórter de guerra a pessoa que pratica essa técnica. Apesar de ser conhecida e praticada um pouco por todo o mundo, esta é uma modalidade jornalística mais sofisticada, não só devido ao perigo inerente à situação presenciada, como também devido a todo o know-how exigido ao profissional de comunicação em causa. A mediatização dos conflitos tem sido, cada vez mais, uma realidade e o Daesh vem-se assumindo, constantemente, como tema principal de todos os noticiários e conversas de café. Contam-se inúmeros ataques, em diversos países e o caos encontra-se instalado sem data marcada para o cessar-fogo. A presente investigação tem como principal objetivo determinar em que medida a forma como é abordado o conflito existente no Iraque e na Síria (envolvendo o Daesh), por parte dos principais órgãos de comunicação social portugueses (RTP, SIC e TVI), condiciona a interpretação dos acontecimentos e a opinião pública portuguesa. Após a revisão de literatura necessária à correta compreensão do tema, foram utilizados dois instrumentos de recolha de dados: entrevistas realizadas a dois militares e a dois jornalistas, com o intuito de perceber a opinião daqueles que vivem os conflitos na primeira pessoa; e inquéritos por questionário, a 116 pessoas, com idades superior a 16 anos. Os dados obtidos foram analisados e foi, posteriormente, respondida a pergunta de partida.
It’s understood by war journalism the journalistic technique practiced in war zones, and it’s understood by reporter of war the individual who carry that technique. Despite of being known and used all over the world, this is a journalistic way more sophisticated, both because of the inherent danger of the situation reported and all the know-how required by the reporter professional. The mediatisation of these conflicts has been, more and more, a reality and Daesh it’s becoming, constantly, the main subject of all news and talks. There are many attacks taking place in several countries and the chaos setted gives no time to ceasefire. The present research aims to determine to what extent the approach of the conflict in Iraq and Syria (involving Daesh) made by the main Portuguese media organs (RTP, SIC and TVI), affects both the interpretation of events and the Portuguese public opinion. Therefore two different forms of data collection have been used: interviews with two soldiers and two journalists, in order to understand the views of those who live the conflict in the first person; and questionnaire surveys to 116 people over the age of 16. The obtained data were analysed and subsequently it was founded answer for the initial question, concluding that the informative approach of the Portuguese media (RTP, SIC and TVI), affect and influence the Portuguese public opinion.
Description: Dissertação de Mestrado em Ciências da Comunicação, Especialização em Comunicação Pública, Política e Intercultural
URI: http://hdl.handle.net/10348/7460
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_ldeazevedo.pdf1,13 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.