Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/7858
Title: As novas agregações escolares e as novas dinâmicas organizacionais
Authors: Sousa, Sónia Leonel de
Advisor: Carvalho, Maria João de
Keywords: Organização escolar
Agregações escolares
Mudança educativa
Reorganização educativa
Issue Date: 2017
Abstract: A pretensão deste estudo é refletir sobre as opções políticas e organizacionais do nosso sistema educativo, compreender e interpretar os (mega) agrupamentos enquanto nova realidade organizacional. Nesta linha, foi nosso propósito conhecer e descrever o processo decisório que levou à constituição do (mega) agrupamento, tendo em conta o envolvimento dos atores educativos, bem como as suas representações sobre esta nova realidade organizativa, tendo em conta as dinâmicas organizacionais das novas agregações escolares ao nível administrativo e pedagógico. Em termos de recolha de dados fizemos uma opção que recaiu sobre as entrevistas e inquéritos por questionários. Os nossos respondentes privilegiados foram o diretor do agrupamento, os coordenadores de estabelecimento e os docentes do agrupamento em estudo. A análise de conteúdo foi o instrumento utilizado para interpretar os discursos dos atores educativos. Como principais conclusões deste estudo, constatou-se que as razões subjacentes à constituição dos (mega) agrupamentos são unicamente financeiras e económicas visando numa diminuição de custos. A interpretação feita pela generalidade dos atores que foram entrevistados com responsabilidades na operacionalização deste processo era que as razões inerentes à mudança em curso eram basicamente economicistas, consubstanciados na redução de custos, e, que não foram razões organizacionais ou dinâmicas educativas que estiveram em questão.
The purpose of this study is to reflect on the political and organizational options of our educational system, to understand and interpret the (mega) groupings as a new organizational reality. In this line, it was our purpose to know and describe the decision making process that led to the formation of the (mega) grouping, taking into account the involvement of educational actors, as well as their representations on this new organizational reality, taking into account the organizational dynamics of the new educational and administrative aggregations. In terms of data collection we made an option that focused on interviews and questionnaire surveys. Our privileged respondents were the group's director, the establishment coordinators and the teachers of the group under study. Content analysis was the instrument used to interpret the discourses of educational actors. As the main conclusions of this study, it was found that the reasons behind the formation of the (mega) groupings are purely financial and economic, aiming at a reduction of costs. The interpretation made by the generality of the actors who were interviewed with responsibilities in the operationalization of this process was that the reasons inherent to the change in course were basically economistic, consubstantiated in the reduction of costs, and that were not organizational reasons or educational dynamics that were inquestion.
Description: Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação, Especialização em Administração Educacional
URI: http://hdl.handle.net/10348/7858
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_slsousa.pdf
  Restricted Access
1,45 MBAdobe PDFView/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.