Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/7925
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCoutinho, Ana Cristina Ribeiro Matos-
dc.contributor.advisorBentes, Isabel Maria Assunção de Mata Oliveira-
dc.contributor.authorPoço, Joana Patrícia Lopes-
dc.date.accessioned2017-08-17T10:25:50Z-
dc.date.available2017-08-17T10:25:50Z-
dc.date.issued2017-08-17-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10348/7925-
dc.descriptionDissertação de Mestrado em Engenharia Civilpt
dc.description.abstractA crescente ocupação urbana tem vindo a conduzir a um aumento das áreas impermeabilizadas que por sua vez conduzem ao aumento do volume de escoamento superficial, levando assim à ocorrência de cheias. A consequência direta deste fenómeno é a falta de capacidade por parte dos sistemas de drenagem face aos novos caudais gerados. Nesta dissertação, estudaram-se medidas para prevenir este tipo de situações, especificamente em coberturas, estacionamento público, zona pedonal e circulação automóvel no campus da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). Estas medidas passam por implementação de coberturas ajardinadas, pavimentos porosos, sistemas de biorretenção, entre outros, pois, são medidas que favorecem a capacidade de retenção/armazenamento da água pluvial que se traduz na redução dos caudais pluviais e, consequentemente, no risco de inundação. Durante esta dissertação, ficou demonstrado que embora estas tecnologias estejam frequentemente relacionadas com a preservação e melhoria da qualidade do meio ambiente, essa não é a única razão para a sua utilização. Todas elas atuam em diversos campos, nomeadamente, no ecológico, no ambiental, no económico, no da saúde e no da sustentabilidade. O que ficou demonstrado é que os benefícios existem, pelo menos no que diz respeito à retenção de parte das águas pluviais de modo a pôr fim às cheias urbanas. Foram ainda estimados os custos associados à implementação de algumas destas soluções a nível do campus.pt
dc.description.abstractThe growth of urbanization has been leading to an increase of impermeable areas which subsequently cause an increase of surface runoff volumes, leading ultimately to floods. The direct consequence of this phenomena is a capacity deficiency of the draining systems due to these new water flows. On this dissertation, methods were investigated in order to prevent this kind of events, specifically on roofs, parking lots, pedestrian zones and motor traffic areas on Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) campus. These methods comprehend green roof implementation, porous pavements, bio retention systems, among others, since these methods improve retention/storing capacity of stormwater which translate in the reduction of stormwater and, consequently, flood risk mitigation. During this dissertation was established that although these technologies are frequently related to environment preservation, that is not the only reason for their implementation. All of them are applicable on several fields, namely, ecological, environmental, economical, health and sustainability. What were proved is that the benefits exist, at least concerning retention of stormwater to stop urban floods. The costs related to the implementation of some of this measures on campus were also estimated.pt
dc.language.isoporpt
dc.rightsopenAccesspt
dc.subjectEscoamento (superficial)pt
dc.subjectImpermeabilizaçãopt
dc.subjectSoluções construtivaspt
dc.titleMedidas de redução do escoamento superficial no campus da UTADpt
dc.typemasterThesispt
dc.subject.udc628.2(043)pt
dc.identifier.tid201979365-
Appears in Collections:TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
msc_jplpoço.pdf2,82 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.