Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/7975
Title: Dissecando a importância do arousal numa tarefa de estimação de severidade de imagens de violência
Authors: Pinheiro, Soraia
Ribeiro, Paula
Cardoso, Francisco
Keywords: Arousal
Violência
Estimação de magnitude
Dessensibilização emocional
Emoções
Afetividade
Issue Date: 13-Sep-2014
Publisher: Ordem Dos Psicólogos Portugueses - OPP
Abstract: A presente investigação insere-se num projeto que tem por finalidade avaliar de que forma os processamentos afetivo e cognitivo se implicam entre si. No enquadramento de uma teoria geral da afetividade, o processamento afetivo tem sido captado pelas dimensões valência e arousal, podendo o processamento cognitivo ser captado em tarefas de produção de estimação de magnitude. Neste contexto, iremos dissecar a importância do arousal numa tarefa de estimação de severidade de imagens de violência, colocando em hipótese a ocorrência de um processo denominado Dessensibilização Emocional (DE). Este processo é caraterizado pela redução da atividade emocional inicial. Diferentes pesquisas afirmam que uma prolongada e repetida exposição à violência poderá facilitar a DE – modificação afetiva e percetiva que poderá generalizar-se para os mais variados contextos (Adrião, Arriaga, & Esteves, 2013; Arriaga, Monteiro, & Esteves, 2011; Cardia, 2003; Esteves & Monteiro, 2007; Funk, Baldaci, Pasold, & Baumgardner, 2004). Assim, procuramos perceber de que forma a variação de qualidade de arousal, pré-ativado, se implica no julgamento respeitante à magnitude de gravidade de comportamentos humanos antissociais.
Peer Reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10348/7975
Document Type: Other
Appears in Collections:DEP - Póster



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.