Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/8299
Título: Adição à internet: relação com a sintomatologia psicopatológica e a personalidade
Autor: Ferreira, Luís Afonso Moita Barros
Orientador: Fernandes, Otília Monteiro
Relva, Inês
Palavras-chave: Psicologia clínica
Fatores sociodemográficos
População portuguesa
Adição à internet
Sintomatologia psicopatológica
Data: 2017
Resumo: A adição à Internet é definida como uma preocupação excessiva, ou fracamente controlada, sobre comportamentos ligados à Internet, causando danos ou distress no sujeito. Esta é uma problemática amplamente associada a sintomas psicopatológicos como depressão, ansiedade, hostilidade e sensibilidade interpessoal. O presente estudo teve por objetivo averiguar as associações entre a adição à Internet e a sintomatologia psicopatológica. Para tal utilizou uma amostra de 418 participantes, entre os 18 e os 35 anos, que preencheram um questionário sociodemográfico, o Internet Addition Test, e as escalas de depressão, ansiedade, hostilidade e sensibilidade interpessoal do Brief Symptom Inventory. Foram analisadas as estruturas fatoriais e a consistências internas das escalas. Observamos que 87.8% dos participantes tinham adição leve a moderada, sendo o sexo masculino significativamente mais adicto. A adição à Internet foi positivamente associada à depressão, ansiedade, hostilidade, e sensibilidade interpessoal. Mais ainda, analisando as diferenças entre os três níveis de adição presentes na amostra foram encontradas diferenças significativas a nível da sintomatologia psicopatológica entre todos os grupos, com exceção da hostilidade. Desta forma, o nosso estudo conclui que a adição à Internet é uma problemática com associações à sintomatologia psicopatológica, realçando a necessidade de maior atenção por parte dos profissionais de saúde quanto aos hábitos desenvolvidos online e da perceção que o próprio indivíduo tem do seu grau de adição.
Internet addiction is defined as an excessive, or poorly controlled, concern about behaviours connected to the Internet, causing harm or distress in the subject. This is a problem widely associated with psychopathological symptoms such as depression, anxiety, hostility and interpersonal sensitivity. The present study aims to corroborate associations between Internet addiction and psychopathological symptomatology. For this purpose, a sample of 418 participants, between the ages of 18 and 35, completed a sociodemographic questionnaire, the Internet Addition Test and the Brief Symptom Inventory depression, anxiety, hostility and interpersonal sensitivity scales. The factorial structures and the internal consistencies of the scales were analysed. We observed that 87.8% of the participants had low to mild addition, being males significantly more addicted. Internet addiction was positively associated with depression, anxiety, hostility, and interpersonal sensitivity. Moreover, analysing the differences between the three levels of addition present in the sample, we found significant differences in the psychopathological symptomatology among all groups, except for hostility. Our study concludes that Internet addiction is a problematic with associations to psychopathological symptomatology, emphasizing the need for greater attention on the part of the health professionals, regarding the habits developed online and the individual's own perception of their degree of addition.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica
URI: http://hdl.handle.net/10348/8299
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:TD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
msc_lambferreira.pdf
  Restricted Access
897,05 kBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.