Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/8302
Título: Perceção dos enfermeiros sobre os cuidados a pessoas idosas em tratamento substitutivo da função renal
Autor: Vieira, Liliana Isabel Aires
Orientador: Mártires, Maria Alice Rodrigues
Palavras-chave: Cuidados críticos
Enfermagem
Insuficiência renal crónica
Diálise renal
Cuidados de enfermagem
Data: 2017
Resumo: A Insuficiência Renal Crónica é uma doença de evolução progressiva, relevante para a saúde pública, devido à alta taxa de morbilidade e mortalidade. O impacto do diagnóstico e do tratamento dialítico, conduz as pessoas que vivenciam a doença a um progressivo e intenso “desgaste” emocional, devido à necessidade de um tratamento longo que ocasiona limitações físicas e profundas alterações na vida social. Para a família e doente será, certamente, muito difícil aceitar a sua inevitabilidade. Os meios técnicos hoje existentes, apesar de permitirem mais anos de vida, nem sempre conduzem à melhoria da qualidade de vida. Os cuidados de enfermagem aos doentes em tratamento substitutivo da função renal, constituem motivo de atenção e reflexão, por parte dos enfermeiros que, diariamente, se confrontam com situações críticas da vivência das pessoas e família, de complexidade crescente. Este estudo tem como objetivo geral analisar a perceção dos enfermeiros de um Centro Renal da Região Norte do País sobre os cuidados a pessoas idosas em tratamento substitutivo da função renal. São exploradas as narrativas dos enfermeiros relativamente aos cuidados de enfermagem a pessoas idosas em tratamento substitutivo da função renal. Utilizou-se uma estratégia compreensiva, recorrendo a técnicas de recolha e análise da informação de natureza qualitativa. Dificuldades na aceitação da doença crónica, na adesão e gestão do regime terapêutico, dificuldades económicas e financeiras, diminuição cognitiva, diminuição da autoestima e isolamento social, sentimentos de revolta, negação da doença, tristeza, angústia, falta de esperança e perda de identidade, foram focos de atenção dos enfermeiros que prestam cuidados a pessoas idosas em tratamento substitutivo da função renal e que emergiram das entrevistas realizadas. Resultados deste estudo evidenciam ainda que, para os enfermeiros, a aceitação do fim da vida e do sofrimento humano constituem vivências que também acarretam dificuldades na própria prestação dos cuidados. O sofrimento vivenciado pelas pessoas idosas e a não-aceitação da morte surgiram nas suas narrativas. Os cuidados de enfermagem às pessoas idosas em tratamento substitutivo da função renal são multidimensionais. A sua abordagem reveste-se de complexidade crescente. As respostas humanas às situações de doença são pessoais e únicas e os cuidados revestem-se de particularidades e singularidades próprias de cada ser humano. As especificidades dos cuidados exigem a formação especializada no âmbito da pessoa em situação crítica.
Chronic Renal Insufficiency is a progressive disease. The high tax of morbidity and mortality make it relevant for the public health. The impact of the diagnosis and of the dialysis treatment drives the persons who survive the disease, to a progressive and intense emotional "stress". The necessity of a long treatment that causes physical limitations and deep alterations in the social life. For the family and patient will be, certainly, very difficult to accept his inevitable outcome. Nowadays technical capacity, allows more years of life, but not always leads to improvement of life quality. The nursing care to the patient in renal substitutive treatment should drive the nurses attention and reflection for those nurses who, daily, are confronted with critical situations of the existence of persons and family, with growing complexity. This study aims to understand the nurses' perception about the needs of the elderly in renal replacement therapy. This study aims to understand the nurses' perception about the needs of the elderly in renal replacement therapy. Nurses' narratives regarding the health needs of the elderly in substitutive treatment of renal function are taken into account. A comprehensive strategy was used, using qualitative data collection and analysis techniques. Difficulties in the acceptance of the chronic disease, in the adhesion and management of the therapeutic routine, financial difficulties, cognitive changes, low self-esteem and social isolation, feelings of revolt, denial, sadness, anguish, lack of hope and loss of identity – these were the focus of attention of the nurses who provide care for elderly people in renal replacement therapy and that emerged from the preformed interviews. The results from this study show to the nurses that the acceptance of life end and human suffering are experiences that also lead to difficulties in the nursing care delivery. The grief and the non-acceptance of dead experienced by the elderly people have emerged from their narratives. This deepening of the subject and the reflection about the elderly person in substitutive treatment of renal function will not only allow to question the nursing interventions as the daily life of the nurses and their interventions in this context. It will also be the objective of the research to analyze this reality with a different critical perspective from the one we perform in daily nursing practice.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Enfermagem da Pessoa em Situação Crítica
URI: http://hdl.handle.net/10348/8302
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:TD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
msc_liavieira.pdf
  Restricted Access
1,25 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.