Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/8323
Title: Representações sociais dos professores do campo sobre o processo de formação inicial e seus efeitos na prática docente da EJA: um estudo na Amazónia paraense
Authors: Cunha, Alessandra Sampaio
Advisor: Loureiro, Armando Paulo Ferreira
Neves, Joana d’Arc de Vasconcellos
Keywords: Educação
Formação de professores
Representação social
Issue Date: 22-Feb-2018
Abstract: A presente investigação pretende ser um contributo na área da Educação, no contexto da formação de Professores do Campo, na Amazônia paraense, no norte do Brasil. Teve por objetivo analisar as representações construídas dos Professores do Campo sobre o processo de formação e seus efeitos na prática docente na Educação de Jovens e Adultos (EJA) do campo. Tratou-se de um estudo ancorado no referencial Teórico Metodológico das Representações Sociais, sob o enfoque moscoviciano. Para analisar a produção dos sentidos e significados partilhados pelos professores egressos sobre o Curso de Licenciatura em Educação do Campo e os seus efeitos na prática docente na EJA do campo, recorreu-se aos dois processos das representações sociais: objetivação e ancoragem, seguindo os suportes indicativos sintetizados nas seguintes questões: quem sabe e de onde sabe? O que se sabe e como se sabe? Sobre o que se sabe e com que efeito? Estas questões permitiram fomentar as dimensões estruturas de análise presentes nesta investigação. Os sujeitos sociais foram os professores egressos do curso de Licenciatura em Educação do Campo a atuar na EJA do campo. Os caminhos seguidos da investigação tiveram por base um estudo qualitativo do tipo exploratório/explicativo. A metodologia de recolha de dados recorreu ao Inquérito por Questionário e a Entrevista Semiestruturada, a análise dos mesmos baseou-se na técnica de Análise de Conteúdo Categorial. Os resultados permitiram constatar que as representações sociais dos professores acerca da Licenciatura em Educação do Campo se inscrevem em significados e num sentido que revelam a construção de uma nova categoria de professor, o professor camponês, e reafirmam o curso como espaço de produção de conhecimento diferenciado de ser e fazer-se professor do campo, mais concretamente, da EJA do campo. Os seus efeitos são considerados positivos, tanto na medida em que são vistos como contribuindo para a ressignificação das práticas docentes nas escolas do campo e a reconstrução da identidade docente dos educadores da EJA do campo, como porque ajudam a compreender a dinâmica social e política do modo de ser e de vida dos sujeitos do campo. Pode concluir-se, assim, que a formação inicial de professores em Educação do Campo é fundamental para as mudanças e transformações do contexto educativo das escolas do campo na Amazónia paraense.
The present study intends to contribute to the field of Education, namely to Teacher Training of teachers working in country areas of the Amazon, in the state of Pará, in northern Brazil. Its main goal was to analyze the constructed teachers’ representations about the training processes and their effect upon the teaching practice regarding youth and adult education in rural areas. It’s a study based on studies on Social Representations, mainly guided by Moscovici’s. In order to analyze the meaning-making processes shared by the teachers graduated in the Education for Country People degree course and its effects on teaching practices regarding EJA (Youth and Adult Education) in the country, the author resorted to the two Social Representations methods: anchoring and objectification, following the indicative support summarised by the subsequent questions: who knows and where does one know? What is known and how is it known? About what is it known and what effects does that knowledge have? These issues make it possible to establish the levels of structural analysis underlying this research. The social subjects were the teachers who attended the Education for Country People course and were working at the EJA in rural areas. The approach was based on a qualitative study of the exploratory/explanatory type. Data was gathered through questionnaires and semi-structured interviews and analysed through categorical content analysis. The results have shown that teachers’ social representations concerning the Education for Country People course drawn on meanings that point to a new category of teacher, the peasant teacher, and reaffirm the course as a space of differentiated knowledge production that has to do with being and becoming a teacher in the country. The effects of the course are deemed positive, not only because they ascribe a new meaning to teaching practices in country schools and help reconstruct these teachers’ docent identity, but also because they help to understand the social and political dynamics of country subjects’ way of being and living. Thus, it can be concluded that the initial teacher of Education for Country People’s training is paramount to achieve changes and transformations in the country schools’ educational context in the Paraense Amazon.
Description: Tese de Doutoramento em Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10348/8323
Document Type: Doctoral Thesis
Appears in Collections:TD - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
phd_ascunha.pdf2,57 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.