Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/8345
Título: “Qual o efeito do tempo de recuperação entre séries na função muscular dos exercícios de treinos de força para costas?”
Autor: Guedes, Joana Patrícia Moreira
Orientador: Alves, José Manuel Vilaça Maio
Palavras-chave: Tempo de recuperação
puxada alta dorsal
remada dorsal no puxador
extensão de ombros no puxador alto
função muscular
Data: 20-Dez-2017
Resumo: O presente estudo tem como objetivo analisar o efeito do tempo de recuperação entre séries de exercícios de treino de força para costas na função muscular. Para o efeito 30 jovens universitários, do sexo masculino (22,83±1,78 anos; 76,30±8,82 kg de peso; 178,63±6,76 cm de altura), praticantes de treino de força há pelo menos 6 meses, efetuaram três sessões de exercícios de treino de força para costas, nomeadamente puxada alta dorsal á frente (PAD), remada dorsal no puxador (RMP) e extensão de ombros no puxador alto (EXTO), com um intervalo entre sessões de sete dias. Em cada exercício era realizado 3 séries diferindo de uma sessão para a outra o tempo de recuperação entre séries, que foram 60s, 90s e 120s (T60, T90 e T120, respetivamente). A sequência de sessões em relação aos tempos de execução usados foi selecionada de forma aleatória. Em cada sessão foi contabilizado o número de repetições executadas corretamente em cada série. A cadência de execução de cada repetição foi de 60 batimentos por minuto e a carga utilizada era aquela que permitisse executar 8 repetições máximas (8RM) em cada exercício. Foi observado que uma capacidade de manutenção das 8RM superior, em cada série, com o aumento do tempo de descanso entre série. Foram observados números de repetições significativamente superiores no T120 em relação ao T60: na 2ª série e 3ª séries do PAD (p=0,28 e p<0,0001, respetivamente); na 1ª série, 2ª série e 3ª série do RMP (p<0,0001, p<0,0001 e p<0,0001, respetivamente); e na 2ª série e na 3ª série do exercício de EXTO (p=0,012 e p<0,001, respetivamente). Igualmente, foi observado um número de repetições superiores no T90 em relação ao T60, nomeadamente: na 3ª série do PAD (p=0,001); na 1ª, 2ª e 3ª séries do RMP (p<0,0001, p<0,0001 e p<0,0001, respetivamente); e na 3ª série do EXTO (p=0,006). Foram, igualmente, observados um número de repetições superiores no T120 em relação ao T90: na 2ª e 3ª séries do RMP (p=0,006 e p<0,0001, respetivamente). Podemos concluir que para manter o número de repetições em cada série nesta sequência de exercícios de treino de força para costas, quando utilizada uma carga correspondente à 8RM, é no mínimo necessário 120 s de tempo de descanso entre séries.
Abstract The aim of the present study was analyse the recovery time between sets of back resistance training exercises in the muscular function. Thirty university sports science student´s, male (age of 22,83±1,78 y; weight of 76,30±8,82 kg; height of178,63±6,76 cm), with at least 6 months of experience in resistance training, were selected to participate in the present study. They performed three sessions of resistance training exercises for the back, namely the lat pull down (LPD), the back row (BR) and the extension of the shoulders on the high pulley (ESHP), with an interval between sessions of seven days. In each session was carried out 3 sets of each exercise and differing between them in the rest time between sets, who was 60s, 90s and 120s (T60, T90 and T120, respectively). The sequence of sessions, in relation to the times used between sets, were selected in randomly way. In each session were recorded, the number of repetitions performed correctly in each set. The rate of execution each repetition was 60 beats per minute and the load used was 8RM in each exercise. It was observed a significant higher repetitions per set in the T120 in relation to the T60: in the 2sd and 3th set of the LAP (p=0.28 and p<0.0001, respectively); in the 1st, 2sd and 3th sets of the BR (p<0.0001, p<0.0001 and p<0.0001, respectively); and in the 2sd and 3th sets of the ESHP (p=0.012 and p<0.001, respectively). Also, it was observed a significantly higher number of repetitions in the T90 in relation to the T60, in particular: 3th set of the LAP (p=0.001); in the 1st, 2sd and 3th sets of the BR (p<0.0001, p<0.0001 and p<0.0001, respectively); and 3th set of ESHP (p=0.006). It was, also, observed a higher value of repetitions in the T120 in relation to the T90: on 2sd and 3th sets of BR (p=0.006 and p<0.0001, respectively). We can conclude, based in the present study data, that to keep the number of repetitions in each set, using these sequence of exercises and load, is at least necessary 120 s of rest time between sets.
URI: http://hdl.handle.net/10348/8345
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:DCDES - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese de Mestrado de Joana Guedes.pdf350,1 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.