Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/8502
Title: A doença oncológica em situação paliativa: Vivência dos doentes e familiares atendidos em contexto hospitalar e domiciliário
Authors: Araújo, Vânia Patrícia Costa
Advisor: Costa, Sónia Remondes
Veiga, Elisa
Keywords: Doente oncológico paliativo
processo de fim de vida
Issue Date: 14-Mar-2018
Abstract: A experiência de viver com uma doença oncológica em situação paliativa e da finitude é um acontecimento com interferência em toda a dinâmica vivencial do doente. Assim sendo, procurou-se com o presente estudo compreender a vivência emocional face o diagnóstico de doença oncológica em situação paliativa acompanhados em contexto hospitalar e domiciliário. Para o efeito foi seguido um desenho de investigação qualitativa, para a qual foi desenvolvido um guião que orientou as entrevistas semiestruturada a 20 doentes oncológicos, 10 acompanhados contexto hospitalar e 10 em contexto domiciliário. A análise dos dados recolhidos foi orientada pelos princípios da Grounded Theory e com recurso ao Software Nvivo11. Nos resultados encontrados, os doentes reportaram que a vivência de doença oncológica em situação paliativa tem grande impacto funcional, relacional, social, laboral, emocional. Como estratégias e recursos utilizados perante as dificuldades e vulnerabilidades associadas à doença, os doentes referem utilizar coping focado na emoção, religião, esperança, crenças na omnisciência de Deus, suporte social familiar e dos amigos. O suporte fornecido pelos profissionais de saúde é sublinhado sobretudo pelos doentes em contexto domiciliário e em ambos os contextos, os doentes apontam a necessidade de mais informações e esclarecimentos sobre a sua doença e tratamentos. Em conclusão, os resultados do presente estudo que evidenciam as dificuldades, alterações, necessidades, recursos e estratégias utilizadas pelos doentes poderão fornecer diretrizes no ajustamento das práticas dos profissionais de saúde.
The experience of living with an oncologic disease in a palliative phase and of finitude is an event with interference in all the experiential dynamics of the patient. Therefore, the present study aimed to understand the emotional experience regarding the diagnosis of oncologic disease in the palliative phase followed in a hospital and at home context. In this sense, using a qualitative methodology, we developed a semi-structured interview script, which was applied to 20 patients, 10 followed in each context. The analysis of the collected data was guided by principles of The Grounded Theory and using Nvivo11 Software. In the results found, the patients report that the experience of oncologic disease in the palliative phase has a great functional, relational, social, employment, emotional. As strategies and resources used in dealing with the difficulties and vulnerabilities associated with the disease, patients report using coping focused on emotion, religion, hope, believe in the omniscience of God and the social support of family and friends. The support by health professionals is reported by more patients in the home context and in both contexts patients point out the need for more information and clarification on their illness and treatment. In conclusion, the results of the present study that demonstrate the difficulties, changes, needs, resources and strategies used by patients may provide guidelines in the adjustment of health professionals' practices.
URI: http://hdl.handle.net/10348/8502
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:DEP - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DissertaçãoPsicClinica-VâniaPCAraújo.pdf3,47 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.