Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/8867
Título: Avaliação familiar para o desempenho do papel de prestador de cuidados: contributo do enfermeiro de família
Autor: Correia, Liliana Patrícia Almeida
Orientador: Monteiro, Maria João Filomena Dos Santos ...
Barroso, Isabel Maria Antunes Rodrigues D...
Palavras-chave: enfermagem familiar
autocuidado
familiar cuidador
enfermeiro de família
Data: 13-Jul-2018
Resumo: As famílias deparam-se com exigências e dificuldades para responder às necessidades emocionais, instrumentais e sociais no desempenho de cuidador. Esta problemática é objeto de análise no âmbito das competências dos enfermeiros de família, dado ser o grupo profissional que detém um conhecimento mais aprofundado dos processos e transições que as famílias vivenciam, em particular nas situações em que assumem o cuidado de pessoas dependentes. A realização do presente relatório surge no âmbito do Curso de Mestrado em Enfermagem de Saúde Familiar e pretende apresentar o percurso desenvolvido no Centro de Saúde de Resende, com enfoque nas atividades que contribuíram para o desenvolvimento das competências que suportam a prática da enfermagem na área da saúde familiar. Para concretização dos objetivos do estágio, que visam a aquisição de competências específicas, nomeadamente cuidar da família como unidade de cuidados e prestar cuidados específicos nas diferentes fases do ciclo de vida, realizamos um estudo empírico, no âmbito da avaliação familiar, centrado no desempenho do papel de prestador de cuidados para obter informação sobre o perfil, conhecimentos e dificuldades do cuidador familiar. Assim, optamos por realizar um estudo de natureza quantitativa cuja recolha de dados teve por base o Modelo de Avaliação e Intervenção Familiar, nas dimensões estrutural e funcional, e cujo preenchimento foi feito na presença do investigador e do elemento da família que assume o papel de cuidador. O Modelo Dinâmico de Avaliação e Intervenção Familiar permitiu operacionalizar os cuidados à família, relevando a importância da prática baseada na evidência. De facto, sustentado nos pressupostos da enfermagem de família e nas experiências e vivências das famílias, salientamos como principais resultados: tipo de família alargada pertencente à classe média baixa, de zona rural, com boas condições habitacionais, mas com presença de barreiras arquitetónicas; quanto à coesão e adaptabilidade, predominam famílias ligadas, flexíveis, equilibradas e altamente funcionais. O perfil das pessoas dependentes é maioritariamente idoso, do género feminino e verificou-se um número de pessoas dependentes nos autocuidados higiene, comer e vestuário. Os prestadores de cuidados são maioritariamente mulheres, constatando-se para todos os autocuidados falta de conhecimento sobre a importância de estimular a independência da pessoa cuidada. Os comportamentos cujos cuidadores demonstraram menor adesão, foram: estimulação de independência, utilização de equipamentos adaptativos para a utilização do sanitário e promoção de atividades recreativas e atividade física. Tendo em conta as características das famílias com pessoas dependentes, a intervenção dos enfermeiros especialistas em enfermagem de saúde familiar deve privilegiar uma abordagem integral em estreita colaboração com a família, por forma a aumentar os conhecimentos das famílias cuidadoras, capacitando para o exercício do papel de prestador de cuidados, assegurando a tomada de decisão, a promoção da saúde familiar e, consequentemente, potenciar ganhos em saúde.
Families are faced with demands and difficulties to respond to emotional, instrumental and social needs in caregiver performance. This problem is the subject of analysis within the competencies of family nurses, since it is the professional group that has a deeper knowledge of the processes and transitions that families experience, particularly in the situations in which they take care of dependent persons. The present report is presented within the scope of the Master Course in Family Health Nursing and intends to present the course developed at the Resende Health Centre, focusing on the activities that contributed to the development of the competencies that support the practice of nursing in the area of family health. In order to achieve the objectives of the internship, which aim at acquiring specific skills, namely caring for the family as a unit of care and providing specific care in the different phases of the life cycle, we conducted an empirical study, role of carer to obtain information about the profile, knowledge and difficulties of the family caregiver. Thus, we chose to carry out a quantitative study whose data collection was based on the Family Assessment and Intervention Model, in the structural and functional dimensions, and whose completion was done in the presence of the researcher and the family member who assumes the role of caregiver. The Dynamic Family Assessment and Intervention Model allowed the operationalization of family care, highlighting the importance of evidence-based practice. In fact, based on the assumptions of family nursing and on the experiences and experiences of families, we highlight as main results: type of extended family belonging to the lower middle class, rural, with good housing conditions, but with architectural barriers; As for cohesion and adaptability, families are linked, flexible, balanced and highly functional. The profile of dependents is mostly elderly, of the female gender, and there were a number of people dependent on self-care hygiene, eating and clothing. The care providers are mostly women, finding for all self-care lack of knowledge about the importance of stimulating the independence of the person cared for. The behaviours whose caregivers showed lower adherence were: stimulation of independence, use of adaptive equipment for the use of the toilet and promotion of recreational activities and physical activity Taking into account the characteristics of families with dependent persons, the intervention of family health nurses should focus on a comprehensive approach in close collaboration with the family, in order to increase the knowledge of caregivers, enabling them to care provider, ensuring decision-making, promoting family health and, consequently, enhancing health gains.
Descrição: Relatório de Estágio de Natureza Profissional
URI: http://hdl.handle.net/10348/8867
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:DESMC - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Liliana Correia.pdf6,55 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.