Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/8877
Title: Desenvolvimento Infantil e Sentimento de Competência Parental: um estudo comparativo entre pais de crianças com e sem dificuldades de linguagem em idade pré-escolar
Authors: Duarte, Diana Raquel Oliveira
Advisor: Relva, Inês
Fernandes, Otilia Maria Monteiro
Keywords: conhecimento do desenvolvimento infantil
sentido de competência parental
variáveis sociodemográficas
dificuldades de linguagem
parentalidade
Issue Date: 20-Jul-2018
Abstract: De acordo com Nobre-Lima, Vale-Dias e Mendes (2012), as crenças parentais sobre o desenvolvimento infantil são suscetíveis de influenciar a forma como os pais interpretam o comportamento da criança e, por sua vez, o desenvolvimento da criança. Por sua vez, como afirmam os autores Ferreira, Veríssimo, Santos, Fernandes e Cardoso (2011), a competência parental tem-se como uma auto-perceção dos próprios pais com implicações no comportamento dos pais, nas interações pais-crianças e no desenvolvimento e comportamento das crianças. A presente investigação tem como objetivo explorar e compreender o conhecimento que os pais de crianças em idade pré-escolar com e sem dificuldades de linguagem detêm quanto ao desenvolvimento infantil e, ainda, explorar o sentido de competência parental. Pretendeu-se, também, estudar a influência das variáveis sociodemográficas (idade e género dos pais, número de irmãos da criança e habilitações académicas dos pais) sobre o conhecimento acerca do desenvolvimento infantil e sobre o seu sentido de competência parental. Participaram 123 mães/pais de crianças em idade pré-escolar (2 a 6 anos de idade), através do preenchimento de um questionário sociodemográfico, da Parenting Sense of Competence Scale (PSOC) e do Knowledge of Infant Development Inventory (versão portuguesa) (KIDI-P). Os resultados permitiram observar que não existem diferenças estatisticamente significativas no nível total de conhecimento parental e sentido de competência parental em função das seguintes variáveis: idade e género dos pais, número de irmãos da criança e habilitações académicas dos pais. O estudo da relação dos resultados entre os instrumentos KIDI-P e PSOC salientou a existência de correlações positivas entre os dois instrumentos utilizados. O estudo realizado permitiu perceber que conhecer o quanto os pais dominam acerca do desenvolvimento infantil, bem como o sentimento de competência parental é fulcral para se conseguir melhorar a qualidade dos serviços prestados pelos pais às crianças, assim como maximizar projetos que apoiem as famílias e crianças expostas a diferentes riscos. Foram apresentadas algumas sugestões para investigações futuras.
Parental beliefs about child development are susceptible to influence how parents interpret the child's behavior and, in turn, the child's development (Nobre-Lima, Vale-Dias, & Mendes, 2012). Parental skills are characterized by a self-perception with implications on parental behavior, parent-child interactions and children's development and behavior (Ferreira, Veríssimo, Santos, Fernandes, & Cardoso, 2011). The purpose of the present research is exploring and understanding the knowledge that the parents of pre-school children with and without language difficulties have about child development and also explore the sense of parental competence. It was also intended to study the influence of sociodemographic variables (age, gender, number of siblings of the child and academic qualifications of the parents) on knowledge about child development and on their sense of parental competence. A total of 123 mothers / fathers of preschool children (2 to 6 years old) participated in the study, through a sociodemographic questionnaire, Parenting Sense of Competence Scale and Knowledge of Infant Development Inventory (Portuguese version). The results showed that there were no statistically significant differences in the total level of parental knowledge and sense of parental competence due to the following variables: age and gender of the parents, number of siblings of the child and academic qualifications of the parents. The study of the relationship of results between the KIDI-P and PSOC instruments emphasized the existence of positive correlations between the two instruments used. The study showed that knowing how much the parents dominate about child development, as well as the feeling of parental competence, has been crucial in order to improve the quality of the services provided by the parents to the children, as well as to maximize projects that support the families and children exposed to different risks. Some suggestions for future research were presented.
Description: Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação: Especialização em Educação Especial, Domínio Cognitivo e Motor
URI: http://hdl.handle.net/10348/8877
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:DEP - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação de Mestrado - Diana Raquel Oliveira Duarte - final.pdf809,71 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.