Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/8899
Title: Pocket parks Reflexão sobre a importância dos espaços verdes de pequena escala nas morfologias urbanas – uma experiência na cidade de Guimarães
Authors: Videira, Mónica Patrícia Antunes
Advisor: Costa, Laura Cristina Roldão E
Keywords: Pocket parks
espaços em aberto
metodologia
participação pública
Issue Date: 18-Sep-2018
Abstract: Os pocket parks representam uma importante contribuição para o uso do espaço público funcionando como espaços verdes e agentes sociais e culturais num formato de ocupação recreativa e regenerativa. Ao longo da dissertação procura-se entender onde têm sido localizados os pocket parks, como têm vindo a ser construídos e que metodologias têm vindo a ser utilizadas. Demonstra-se também a importância que estes espaços verdes de pequena escala têm nas diferentes morfologias urbanas e de como podem promover espaços verdes em rede conectados entre si. Para entender os princípios metodológicos selecionaram-se casos de estudo em Inglaterra que permitiram definir as fases e etapas a considerar. A metodologia obtida foi parcialmente testada num caso de estudo em Portugal, na cidade de Guimarães, no âmbito do XII Workshop de arquitetura paisagista da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, permitindo a obtenção dos parâmetros metodológicos e de caracterização na adaptação dos pocket parks neste contexto urbano. Como resultado final, definiu-se uma metodologia-base que pode ser aplicada na implementação dos pocket parks em Portugal. Este resultado surge como um possível suporte ao processo inicial das abordagens metodológicas que podem ser elaboradas no país, como forma de adaptação do conceito que permite a participação pública e a ocupação de “Espaços em Aberto”.
The pocket parks represent an important contribution to public space usage as green spaces and social and cultural agents on a recreative and regenerative occupancy. Over the course of this dissertation is intended to acknowledge the localization of pocket parks, as well as how they have been developed and what methodologies have been used. Besides is showed the importance of those small green spaces in the different urban morphology and how they can promote a green space connection. In order to understand the methodology fundamentals, it was selected English study cases in which allow to define the phases and stages to considerer. The achieved methodology was partially tested in a case study in Portugal, in Guimarães city, in the context of XII Workshop of landscape architecture of Trás-os-Montes e Alto Douro University, allowing the realization of the methological and characterization parameters in the adaptation of the pocket park to this specific urban setting. As result, the dissertation was able to define a standard methodology which can be applied in the implementation of the pocket parks in Portugal. This outcome appears as a possible foundation to the leading processes of the methodologies approaches that can be made in the country, to adapt a concept that will enable the public participation and an occupancy of the “Espaços em Aberto”
Description: Dissertação de Mestrado em Arquitetura Paisagista
URI: http://hdl.handle.net/10348/8899
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:DCFAP - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monica Videira.pdf90,9 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.