Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/9098
Title: Quality criteria and concepts for the development of mobile health applications
Authors: Frohner, Matthias
Advisor: Sauermann, Stefan
Pavão, João Agostinho Batista Lacerda
Keywords: eHealth
mHealth
Qualidade
Telemonitorização
Normas de Comunicação
Validação
Testes
Issue Date: 29-Nov-2018
Abstract: A qualidade é uma medida do desempenho de um sistema ou software com base nas expectativas do utilizador. Para aplicativos móveis, os aspetos de qualidade também são importantes, se não ainda mais importantes, em comparação com aplicativos de desktop, já que a grande quantidade de aplicativos móveis disponíveis permite que um utilizador alterne para outra solução que atenda ao mesmo propósito. Este trabalho investiga a aplicabilidade de modelos de qualidade de software estabelecidos e descreve as características de qualidade mais importantes para aplicações móveis de saúde (mHealth), as quais foram identificadas através de entrevistas com especialistas. O trabalho mostrou que a”interoperabilidade” é de suma importância e coloca em evidência os recursos do sistema/software para trocar dados com outros sistemas. Primeiro, os casos de uso foram identificados e especificados usando um modelo desenvolvido para o efeito. O primeiro caso de uso lida com a aquisição de dados usando dispositivos pessoais de saúde em combinação com smartphones, e o segundo caso de uso descreve a comunicação de dados entre um dispositivo móvel e um provedor de saúde, usando interfaces padronizadas e formatação de documentos. Esses casos de uso foram implementados como protótipos Android e foram validados com base num conjunto de critérios derivados de diferentes diretrizes e especificações disponíveis para comunicação de dados de saúde. E também fornecida informação acerca de desafios de ´ interoperabilidade envolvidos no campo de sistemas de energia, uma vez que a experiência reunida nesta área para testes de conformidade e interoperabilidade, também pode ser aplicada a sistemas de IT e aplicativos móveis da área da saúde. Os esforços de padronização e harmonização atuais são discutidos ao nível técnico e regulatório. A interoperabilidade é apenas um dos critérios de qualidade que precisa de ser abordado, uma vez que, se os dados forem trocados usando protocolos de comunicação proprietários e terminologia não harmonizada, essas informações não poderão ser usadas facilmente para processamento posterior
Quality is a measure of how well a system or software performs based on its user’s expectations. For mobile applications, quality aspects are important as well, if not even more important compared to desktop applications, since the multitude of available mobile applications enables a user to switch to another solution that fulfills the same purpose. This work investigates the applicability of established software quality models and depicts the most important quality characteristics for mHealth applications that were identified in expert interviews. It showed that ”interoperability” is of paramount importance and denotes the system/software features to exchange data with other systems. First, use cases were identified and specified using a developed use case template structure. The first use case deals with the data acquisition using personal health devices in combination with smartphones, and the second use case describes the communication of health data from a mobile device to a health care provider using, standardized interfaces and document formats. These use cases were implemented as Android prototype applications and were validated against a set of criteria derived from different guidelines and specifications available for health data communication. Insights from interoperability challenges in the field of energy systems are provided, since experience has been gathered for conformance and interoperability testing that can be applied to health IT systems and mobile application, as well. Ongoing standardization and harmonization efforts are discussed on a technical and on a regulatory level. Interoperability is only one of the quality criteria that need to be addressed, but once data is exchanged using proprietary communication protocols and non-harmonized terminology, a further use of the data is aggravated independent of the fact if the data use is sooner or later
Description: Tese submetida à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro para obtenção do Grau de Doutor em Engenharia Electrotécnica e de Computadores
URI: http://hdl.handle.net/10348/9098
Document Type: Doctoral Thesis
Appears in Collections:DENG - Teses de Doutoramento
TD - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PhD Thesis_Matthias Frohner_vFinal.pdf5,46 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.