Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10348/9120
Título: Efeitos da limitação de contatos com a bola e restrição de finalizações através do cabeceio sobre as ações técnicas individuais, frequência cardíaca e percepção subjetiva do esforço em jogos reduzidos de futebol da categoria sub-15
Autor: Loque, Hely Toledo
Orientador: Alves, José Manuel Vilaça Maio
Palavras-chave: futebol
jogos reduzidos
ações técnicas e adaptações fisiológicas
Data: 8-Jan-2019
Resumo: O objetivo do presente estudo foi identificar os efeitos técnicos e fisiológicos decorrentes da aplicação de Jogos Reduzidos (JRs) de futebol com limitação do número de contatos com a bola em cada posse individual da mesma, bem como da restrição quanto a finalização à gol ser executada exclusivamente através do cabeceio. Para tal, recorreremos a um grupo de doze futebolistas do sexo masculino (idade 15,16 ± 0,28 anos; estatura 1,72 ± 0,06 metros; massa corporal 60,45 ± 5,85 kg; IMC 20,39 ± 1,10), vinculados a uma equipe da cidade mineira de Muriaé, Brasil. Foram aplicados seis JRs de 3x3 acrescidos de goleiros, de 12 (doze) minutos de duração, com regras diferenciadas quanto a permissão do número de contatos com a bola, bem como a liberdade de utilização de técnicas de finalização à meta. Não foram observadas diferenças estatisticamente significativas (p>0,05) nos valores de frequência cardíaca máxima e média entre (JRs). No que se refere a Ações Técnicas Individuais (ATIs), verificou-se diferenças estatisticamente significativas (p<0,05) nas ATIs número de contatos com a bola, cruzamentos aéreos e cabeceios defensivos, sugerindo assim que os JRs com restrição de três contatos com a bola e finalização livre resultam em menor número médio de contatos com a bola (0,45 ± 0,14). Já os JRs que permitem até três contatos com a bola e restringem a finalização a cabeceios, estimulam as ações técnicas relacionadas aos cruzamentos aéreos (4,50 ± 2,19). Porém, se o intuito do treino for o incentivo a cabeceios defensivos, deve-se priorizar os JRs com até dois contatos com a bola, a cada posse individual da mesma e finalização exclusivamente através de cabeceios (1,08 ± 1,08). Tendo como base os resultados a limitação de ações técnicas aplicadas neste estudo em relação aos jogos reduzidos não interfere na carga interna medida pela frequência cardíaca. A restrição de 3 toques nos jogos reduzidos, com finalização livre ou de cabeça, parece ser a mais eficaz para trabalhar os fundamentos técnicos defensivos e ofensivos.
The aim of this study was to identify technical and physiological adaptations of small-sided soccer games (SSG) introducing a rule that restrict the number of ball contacts per individual possession, and another rule that allows score goals only with the heading technique. The sample was composed by twelve male youth soccer players (age 15,16 ± 0,28 years; height 1,72 ± 0,06 meters; body mass 60,45 ± 5,85 kg; BMS 20,39 ± 1,10), linked to a Brazilian team in the city of Muriaé, in the state of Minas Gerais in small-sided-games. Six 3x3 small-sided soccer games were conducted, with goalkeepers, played during twelve minutes each one, with different rules such as restriction of the number of ball contacts per individual possession, and another one that allows score goals only with the heading technique. No statistical differences (p>0,05) were observed between small-sided soccer games in the maximal and mean heart rate. Statistical differences (p<0,05)were identified in the Individual Technical Actions (ITAs) number of ball contacts, air crossings and defensive headers, inducing that SSG by the rule restriction of three contacts and free shooting results in less contacts with the ball (0,45 ± 0,14). SSG that allows three contacts with the ball and headers to score goals stimulate ITAs related with air crossing (4,50 ± 2,19). In addiction, if the propose of the training section is to encourage defensive heading, coaches must use SSG with rule restriction of two ball contacts and scoring goals only with the head (1,08 ± 1,08). Based in this study results, we can conclude that the limitations used in these small-sided soccer games do not influenced the internal load of the players, accessed by the heart rate. Also, the restriction of 3 contacts with the ball, independently of the finalization form, appears to be more effective for the training of the offensive and defensive techniques.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Ciências do Desporto Especialização em Avaliação e Prescrição nas Atividades Físicas Desportivas apresentada à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
URI: http://hdl.handle.net/10348/9120
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:DCDES - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Final.pdf
  Until 2021-01-09
1,41 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.