Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/9266
Title: Micro-empreendedorismo informal numa região de fronteira- o caso de Montalegre
Authors: Lama, Maria Alexandrina Dias da
Advisor: Marques, Carla Susana da Encarnação
Keywords: Micro-empreendedorismo
economia informal
desenvolvimento rural sustentável
Montalegre uma região fronteiriça
Issue Date: 12-Feb-2019
Abstract: Contexto: O setor informal desempenha um papel importante nas economias em desenvolvimento e nas regiões rurais, particularmente nas áreas próximas às fronteiras, ajudando assim a gerar empregos, riqueza, diversificação das atividades económicas e ajuda ainda a aliviar a pobreza local. Os trabalhadores independentes que vivem em regiões rurais fronteiriças, são considerados por especialistas mais propensos a operar na economia informal. Montalegre, derivado às suas características e à necessidade de criar empregos e fazer frente a desertificação, organiza grandes eventos como o dia da Bruxas, sempre que no calendário calhar uma sexta-feira dia 13, Feira do Fumeiro todos os anos em janeiro, Campeonato Mundial de Parapente e Rally Cross. Estes principais eventos trazem a Montalegre milhares de visitantes, surgindo assim a oportunidade e incentivo para os micro-empreendedores operarem na economia informal. Objetivo: Este estudo procurou identificar e analisar o perfil, motivações e estruturas de apoio em micro-negócios informais e a perceção do seu impacto no desenvolvimento de uma região rural fronteiriça, como é o caso do concelho de Montalegre a norte de Portugal, analisando as perspetivas dos micro-empreendedores informais, clientes e funcionários do governo local. Metodologia: Para análise dos dados recolhidos recorreu-se à metodologia qualitativa. A recolha dos dados foi realizada através de entrevistas semiestruturadas e aprofundadas com 13 micro-empreendedores informais de 3 sectores diferentes (agro-alimentar, agricultura e artesanato), 10 clientes regulares e 3 funcionário do governo local. A análise do conteúdo das entrevistas para o tratamento dos dados qualitativos foi feita com o software de análise textual IRAMUTEQ (Interface de R pour lês Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires), e para o tratamento dos dados quantitativos foi utlizado o Excel. Resultados/ conclusão: Os resultados sugerem que mais de 45% dos microempreendedores informais entrevistados são inovadores e independentes, motivados pela necessidade de aumentar o seu rendimento familiar e evitar a saída para zonas urbanas ou até mesmo a emigração. Estes micro-empreendedores não vêm qualquer vantagem em formalizam os negócios uma vez que não existem dificuldades à criação da atividadeAlém disso, os clientes e governo local vêm estas empresas como impulsionadoras do desenvolvimento económico na região. Originalidade/ valor: Esta investigação contribuiu para uma compreensão mais aprofundada das motivações que levam os micro-empreendedores a operar na economia informal e qual a perceção dos clientes e autoridades locais sobre o microempreendedorismo informal.
Context: The informal sector plays an important role in developing economies and rural areas, particularly in areas bordering borders, thus helping to generate jobs, wealth, and diversification of economic activities and helps to alleviate local poverty. Self-employed workers living in rural border regions are considered by specialists more likely to operate in the informal economy. Montalegre, derived from its characteristics and the need to create jobs and tackle desertification, organizes major events such as Halloween, whenever in the calendar handy a Friday the 13th, Fumeiro Fair every year in January, World Championship Paragliding and Rally Cross. These main events bring to Montalegre thousands of visitors, thus giving the opportunity and incentive for microentrepreneurs to operate in the informal economy. Objective: This study aimed to identify and analyze the profile, motivations and support structures in informal micro-businesses and the perception of their impact on the development of a rural border region, as is the case of the Montalegre municipality in the north of Portugal, analyzing the perspectives of micro-entrepreneurs, clients, and local government officials. Methodology: Mixed methodology was used to analyze the data collected. Data collection was done through semi-structured and in-depth interviews with 13 informal micro-entrepreneurs from 3 different sectors (agri-food, agriculture and handicrafts), 10 regular clients and 3 local government employees. The analysis of the content of the interviews for the treatment of qualitative data was done with the software of textual analysis IRAMUTEQ (Interface of Routes Multidimensionnals Analyzes of Textes et de Questionnaires), and for the treatment of the quantitative data Excel was used. Results / conclusion: The results suggest that more than 45% of the informal microentrepreneurs interviewed are innovative and independent, motivated by the need to increase their family income and avoid leaving urban areas or even emigration. These micro-entrepreneurs see no advantage in formalizing the business, as there are no difficulties in creating the activity. In addition, customers and local government see these companies as driving the economic development in the region. Originality / Value: This research has contributed to a deeper understanding of the motivations that lead micro-entrepreneurs to operate in the informal economy and how clients and local authorities perceive informal micro-entrepreneurship.
Description: Dissertação de Mestrado em Gestão
URI: http://hdl.handle.net/10348/9266
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:DESG - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação-Mestrado em Gestão- versão final.pdf
  Until 2020-02-13
2,37 MBAdobe PDFView/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.