Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10348/9401
Title: Estudo do desempenho termo-higrométrico de uma cobertura verde extensiva
Authors: Pereira, Vanessa Alexandra Domingos
Advisor: Sá, Ana Cristina Briga De
Cunha, Sandra Cristina Alves Pereira Da S...
Keywords: Cobertura verde
desempenho termo-higrométrico
Issue Date: 10-May-2019
Abstract: A construção é um dos setores que consome mais energia sendo, portanto, fundamental que se opte por soluções construtivas mais sustentáveis que melhorem a eficiência energética dos edifícios. As coberturas verdes surgem como uma solução de construção sustentável apresentando diversos benefícios a nível ambiental, social e económico. No sentido de contribuir para o conhecimento deste tipo de coberturas, pretende-se com o trabalho de investigação apresentado nesta dissertação estudar o comportamento termo-higrométrico de uma cobertura verde extensiva. Para isso, procedeu-se ao estudo experimental do desempenho térmico de uma cobertura verde extensiva e de uma cobertura tradicional com revestimento em chapa metálica, instaladas em duas células de teste submetidas a condições climáticas reais. As medições in situ incluíram a avaliação das condições termo-higrométricas interiores (temperatura e humidade relativa), fluxos de calor, temperaturas superficiais e a determinação do coeficiente de transmissão térmica. Foi também aplicada a regulamentação térmica em vigor, Regulamento dos Edifícios de Habitação (REH), no sentido de avaliar a influência de cada um dos tipos de cobertura no desempenho térmico das duas células de teste. Os resultados experimentais demonstram a influência da existência das duas coberturas nas condições de temperatura e de humidade no interior das duas células de teste. Uma análise comparativa entre as duas soluções permite concluir que, no caso da cobertura verde, se verifica uma maior estabilização das temperaturas e da humidade relativa no interior da célula de teste. Verifica-se também que os fluxos de calor apresentam menores oscilações no caso da cobertura verde e que o coeficiente de transmissão térmica é também menor quando se compara com a solução de cobertura em chapa metálica. No que respeita à aplicação do REH, conclui-se que os resultados obtidos não espelham o impacto verificado pela existência de uma cobertura verde aquando da realização do estudo experimental, tendo em conta que os valores obtidos para os dois tipos de coberturas não apresentam diferenças significativas quando comparados com o obtido experimentalmente.
Construction is one of the sectors that consumes more energy and, therefore, is essential to adopt for more sustainable construction solutions that improve buildings energy efficiency. Green roofs emerge as a sustainable building solution, presenting several environmental, social and economic benefits. In order to contribute to the knowledge about these type of roofs, the research work presented in this dissertation intends to study the thermo-hygrometric behaviour of an extensive green roof. To achieve this goal, the experimental study of the thermal performance of an extensive green roof and a traditional roof with metal sheet coating installed in two test cells submitted to real climatic conditions was carried out. In situ measurements included the evaluation of indoor thermo-hygrometric conditions (temperature and relative humidity), heat fluxes, surface temperatures and also the determination of the thermal transmission coefficient. The existing portuguese thermal regulation, Housing Building Regulation (“Regulamento dos Edifícios de Habitação” - REH) was also applied in order to evaluate the influence of each type of roof on the thermal performance of the two test cells. Experimental results show the influence of the two types of roofs on the temperature and relative humidity inside the two test cells. A comparative analysis between the two solutions allows to conclude that, in the case of green roof, there is a higher stabilization of temperatures and relative humidity inside the test cell. It is also verified that heat fluxes present smaller oscillations in the case of the green roof and that the thermal transmission coefficient is also lower when the green roof is compared with the traditional one. Regarding the application of REH, it is concluded that the results obtained do not reflect the impact of the existence of a green roof verified during the experimental study, taking into account that the values obtained for the two types of roofs do not present significant differences when compared with the ones obtained experimentally.
Description: Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil
URI: http://hdl.handle.net/10348/9401
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:DENG - Dissertações de Mestrado
TD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertação_vanessap_AS.pdf4,07 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.